Polícia Militar detona organizadas e pede redução de capacidade da Arena Corinthians

6.4 mil visualizações 86 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Arena Corinthians pode ter capacidade de público reduzida

Arena Corinthians pode ter capacidade de público reduzida

Vinícius Souza/Meu Timão

A Polícia Militar do Estado de São Paulo apresentou o laudo técnico da Arena Corinthians que libera o uso do estádio por completo - setor Norte estava interditado no último mês em decorrência de uma briga entre torcedores e policiais no Maracanã, no fim de outubro. No documento, contudo, ajustes foram solicitados ao clube.

Um recorte dessas solicitações foi publicado nesta quarta-feira pelo site da ESPN. A mais severa delas diz respeito justamente ao setor Norte, onde ficam as torcidas organizadas. Com objetivo de "trazer maior segurança", a polícia pede que a capacidade do setor se diminuída de 9.083 para 8.000.

"O grande número de problemas relacionado com a segurança na Arena está no setor norte, onde permanecem as torcidas organizadas do Corinthians. É necessária nesse local a utilização massiva de patrulhas, tanto no próprio setor quanto no campo, com a observação in loco do policiamento do que ocorre no local (...) A atuação em um local que não haja possibilidade de dispersão de massa pode gerar sérios danos (lesões) ao policiamento e também ao torcedor", diz um trecho do laudo técnico.

No documento, a Polícia Militar também lista uma série de ocorrências ao longo dos últimos dois anos envolvendo confusão com torcedores nas arquibancadas e no entorno da Arena. O laudo aponta que o estádio corinthiano "já possui um grande histórico de conflito de torcedores. Tais confrontos, vale destacar, em sua grande maioria envolvendo as torcidas organizadas do próprio clube mandante".

O mais recente dos episódios de violência nas arquibancadas da Arena lembrado pelos policiais foi do dia 17 de setembro, durante clássico contra o Palmeiras. Na ocasião, torcedores depredaram parte de uma estrutura do setor Norte e tentaram invadir o setor Oeste.

O que não foi destacado pelo laudo, contudo, foram os diversos casos de abuso de poder e autoridade por parte da Polícia Militar contra torcedores do Corinthians. No primeiro semestre, diversos episódios marcaram negativamente a atuação policial no estádio do Timão - no mais grave deles, o clube chegou a emitir uma nota oficial criticando a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo.

Veja mais em: Arena Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthians leva a virada e perde para o Cruzeiro por 2 a 1 em Itaquera; Carille foi expulso no segundo tempo

    Corinthians não consegue afastar crise e perde de virada para o Cruzeiro pelo Brasileirão

    ver detalhes
  • Com apenas 5,6, o volante Ralf foi eleito o melhor em campo pela Fiel

    Torcida do Corinthians poupa Ralf em noite de médias extremamente baixas; reserva é o pior em campo

    ver detalhes
  • Em meio a crise, Fábio Carille seguirá no comando do Corinthians

    Diretor do Corinthians garante permanência de Fábio Carille

    ver detalhes
  • Carille foi alvo de críticas da Fiel após a derrota para o Cruzeiro

    Fim da paciência com Carille, erros de arbitragem e Corinthians 'em queda'; veja repercussão da Fiel

    ver detalhes
  • Corinthians perdeu de virada para o Cruzeiro na noite deste sábado

    Com nova derrota, Corinthians pode terminar rodada fora do G6 do Brasileirão; veja tabela

    ver detalhes
  • Fábio Carille foi expulso por conta de reclamação para o árbitro e irá perder o próximo jogo do Corinthians

    Corinthians sofre com pendurados e expulsão de Carille e terá desfalque triplo diante do Santos

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: