Pela família, Nenê cogita deixar Vasco para jogar em São Paulo

Pela família, Nenê cogita deixar Vasco para jogar em São Paulo

Por Meu Timão

152 mil visualizações 139 comentários Comunicar erro

Nenê pretende sair do Vasco para ficar perto dos filhos, que moram em Jundiaí, São Paulo

Nenê pretende sair do Vasco para ficar perto dos filhos, que moram em Jundiaí, São Paulo

Divulgação

O meia Nenê pode deixar o Vasco da Gama na próxima temporada. Um dos destaques da última edição da Série B, o jogador entende que não conseguiu cumprir o principal objetivo do seu retorno ao futebol brasileiro: estar mais perto dos filhos. Segundo o atleta, atuar na capital paulista é a alternativa mais viável hoje.

“Eu sou muito feliz no Vasco, só que a gente nunca sabe, no futebol, o que pode acontecer ou não. Estou feliz, tenho contrato, mas a gente não sabe o dia de amanhã. Não posso dizer se eu aceitaria ou não. Mas realmente a gente pensa as coisas de uma maneira diferente do que pensava há meses, há anos. É difícil falar, não pensei muito sobre isso. Estou curtindo as minhas férias, ficando com a minha família, com os meus filhos. Eu vim para o Brasil para isso. Poderia ser um dos motivos para que eu aceitasse sair. Estou me abrindo, isso vai sair em tudo que é lugar, eu sei. Mas a realidade é essa. Eu voltei para o Brasil para ficar perto dos meus filhos, e no Rio eu não estou conseguindo ficar o tempo que eu gostaria”, afirmou Nenê em entrevista ao SporTV.

Após anos no exterior, onde se destacou com a camisa do PSG, da França, Nenê decidiu retornar ao futebol brasileiro em 2015. Pelo Vasco, se tornou um dos protagonistas do Campeonato Brasileiro, mas não pôde evitar o rebaixamento da equipe carioca para a segunda divisão. Com o time de volta à elite, o meio-campista de 35 anos planeja jogar em algum clube grande de São Paulo.

A família de Nenê reside em Jundiaí, a cerca de 60km da capital. Os filhos do atleta, Anderson Leonardo e Anderson Lucas, moram com a mãe, Priscila, no município e não têm passado muito tempo com o vascaíno no Rio de Janeiro. De acordo com o armador, as metas propostas em 2016 foram concluídas com êxito.

“No segundo turno, eu fiz menos gols e disseram que eu estava em baixa. Não concordo muito com isso. Teve uma época em que eu machuquei, inclusive, até voltar ao ritmo de novo... Realmente foi um momento que eu não gostei. Foi a primeira vez, nunca tinha me machucado, não gosto de ficar de fora. Creio que faz parte, no final eu voltei e conseguimos o objetivo, que era subir. Não queria que fosse assim tão difícil. Mas, no fim das contas, foi um ano muito positivo, cumprimos todos os nossos objetivos”, finalizou.

Fora da Copa Libertadores da América e agora de técnico novo, o Corinthians volta ao mercado em busca de reforços que possuam uma boa relação custo-benefício. Como Nenê tem contrato em vigor com o Vasco, o Timão teria de desembolsar uma quantia considerável para fechar negócio. Uma eventual troca de atletas não está descartada.

Veja mais em: Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Contra o Vasco, mês passado, Richard foi titular do Corinthians

    Vasco insiste, e Corinthians deve negociar Richard de volta ao Rio de Janeiro

    ver detalhes
  • Ídolo Zenon será um dos 'sêniors' em campo no amistoso em Caruaru-PE

    Amistoso do Corinthians terá ídolos de até 65 anos de idade em campo em Caruaru-PE

    ver detalhes
  • Walmir Cruz (à dir.) explicou planejamento do Corinthians a respeito de Cássio e Fagner

    Saiba o planejamento de intertemporada do Corinthians para quarteto da Seleção Brasileira

    ver detalhes
  • Emerson Sheik conheceu instalações de Real Madrid e Barcelona

    Sheik visita Real Madrid e Barcelona por inspirações ao Corinthians; veja fotos

    ver detalhes

Comente a notícia: