Gustavo lamenta passagem sem gols pelo Corinthians e afirma: 'Ficou um gosto de quero mais'

3.9 mil visualizações 84 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Gustavo lamenta passagem sem destaque pelo Timão e garante foco no Bahia em 2017

Gustavo lamenta passagem sem destaque pelo Timão e garante foco no Bahia em 2017

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Emprestado pelo Corinthians ao Bahia para temporada de 2017, o atacante Gustavo lamentou a passagem sem destaque que teve no clube do Parque São Jorge. Com vínculo contratual com o Timão até 2020, o jogador ressaltou a vontade de ter uma sequência na equipe alvinegra, que deixou um “gosto de quero mais” em sua carreira.

“Ficou um gosto de quero mais. Todos sabiam da minha vontade em ter sequência no Corinthians, mas infelizmente isso não foi possível”, contou Gustavo durante entrevista concedida à ESPN.com. “Creio que Deus sempre tem um propósito, e ele não me colocou no Bahia à toa. Então alguma coisa ele está agindo em minha vida aqui no novo clube. O importante é que estou muito focado e determinado para ajudar o Bahia”, completou.

Contratado em agosto do ano passado com muita expectativa ao seu redor, como o centroavante que o time precisava, Gustavo não engatou no Corinthians. Artilheiro na Série B pelo Criciúma, onde chamou atenção da diretoria corinthiana, o jogador de 22 anos deixou a equipe alvinegra sem marcar gols e com apenas nove partidas disputadas.

“Não sei dizer o que ocorreu de fato, pois sempre que atuei pelo Corinthians entrava em campo bastante determinado em ajudar, mas infelizmente a bola não entrava. Agora é vida nova, quero contribuir dentro de campo para ajudar o Bahia e deixar nas mãos de Deus que ele sabe o melhor para minha carreira”, contou o atacante.

Questionado sobre a pressão de jogar pelo Timão, Gustavo ressaltou que foi muito bem acolhido no grupo desde a sua chegada por todo elenco corinthiano. Com uma imagem sua com a camisa 9 do Corinthians tatuada na perna, o jogador garantiu que o gesto realizado em sua estreia no clube não interferiu em sua atuação.

“Pressão sabemos que existe em todos os lugares, mas a diretoria, a comissão técnica e os próprios jogadores do Corinthians sempre me acolheram muito bem. Quanto a tatuagem não influenciou em relação a pressão”, finalizou o jogador.

Veja mais em: Gustavo.

Veja Mais:

  • Corinthians leva a virada e perde para o Cruzeiro por 2 a 1 em Itaquera; Carille foi expulso no segundo tempo

    Corinthians não consegue afastar crise e perde de virada para o Cruzeiro pelo Brasileirão

    ver detalhes
  • Com apenas 5,6, o volante Ralf foi eleito o melhor em campo pela Fiel

    Torcida do Corinthians poupa Ralf em noite de médias extremamente baixas; reserva é o pior em campo

    ver detalhes
  • Em meio a crise, Fábio Carille seguirá no comando do Corinthians

    Diretor do Corinthians garante permanência de Fábio Carille

    ver detalhes
  • Carille foi alvo de críticas da Fiel após a derrota para o Cruzeiro

    Fim da paciência com Carille, erros de arbitragem e Corinthians 'em queda'; veja repercussão da Fiel

    ver detalhes
  • Corinthians perdeu de virada para o Cruzeiro na noite deste sábado

    Com nova derrota, Corinthians pode terminar rodada fora do G6 do Brasileirão; veja tabela

    ver detalhes
  • Fábio Carille foi expulso por conta de reclamação para o árbitro e irá perder o próximo jogo do Corinthians

    Corinthians sofre com pendurados e expulsão de Carille e terá desfalque triplo diante do Santos

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: