Corinthians 'dependente' de Jadson e Drogba? Recém-chegados não veem assim

8.1 mil visualizações 41 comentários Comunicar erro

Gabriel participa de treinamento no CT Joaquim Grava; ele deve estar em campo quarta

Gabriel participa de treinamento no CT Joaquim Grava; ele deve estar em campo quarta

Daniel Augusto Jr./Ag.Corinthians

As possíveis chegadas de Jadson e Didier Drogba ao Corinthians mexem com os ânimos da torcida do clube e até da imprensa. Dentro do Timão, contudo, a palavra do momento é “cautela” em relação aos nomes do meia e do atacante marfinense. Para Moisés, que voltou ao Parque São Jorge neste início de temporada, o elenco alvinegro tem qualidade para brigar pelos objetivos de 2017 independentemente de contratações de peso.

“(Sobre) Drogba e Jadson, não estou sabendo de nada. Isso fica a critério da diretoria. Mas, se eles chegarem, serão bem acolhidos. Todos que estão chegando estão sendo bem recebidos. O time está em reconstrução, está bem focado”, afirmou Moisés em entrevista coletiva nesta segunda-feira, no CT Joaquim Grava.

Leia também: Entre idas e vindas, Corinthians vive dias decisivos; veja os resumos das novelas

A declaração de Moisés faz coro à do volante Gabriel, um dos sete reforços do Corinthians para o ano. Na visão do meia, que não teve o contrato com o arquirrival, Palmeiras, renovado, os atletas que já trabalham no clube estão preparados para fazer do Timão uma equipe forte já no Campeonato Paulista – o time alvinegro estreia sábado, contra o São Bento, às 17h, fora de casa.

“São jogadores de muita qualidade. Drogba é campeão da Champions League, é lógico que, se vier, vai ajudar o clube. Mesma coisa o Jadson, que já tem história no clube e pode chamar responsabilidade. Mas quem está aqui, experientes e jovens, quer mostrar serviço e está preparado”, opinou Gabriel.

Certamente sem Jadson e Drogba, o Corinthians faz sua primeira partida em casa nesta quarta-feira, diante da Ferroviária, às 21h45 (de Brasília). Como o Meu Timão antecipou mais cedo, três jogadores são desfalques certos no amistoso na Arena Corinthians.

Principal contratação: moral ou pressão?

Ao longo da entrevista coletiva, Gabriel foi questionado sobre o fato de ser considerado o principal reforço do clube neste começo de 2017. E o volante foi claro. “Responsabilidade todos têm, não só eu que cheguei, mas outros que vieram também e quem permaneceu no grupo. Quem está aqui é merecedor de vestir a camisa do Corinthians”, sintetizou.

“Venho para ajudar, para somar, para fazer o que tiver de fazer para o Corinthians vencer. O que podem esperar de mim é toda essa vontade que demonstrei em todos os clubes por onde passei, esse espírito de ganhar dentro de campo. Vou procurar corresponder esse confiança que depositam em mim, a autoestima do atleta aumenta e isso é bom. O Carille vem dando muita força também. Eu estou bem entusiasmado para esse início”, finalizou.

Veja mais em: Drogba, Mercado da bola, Moisés, Gabriel, Paulistão e Jadson.

Veja Mais:

  • Corinthians perdeu para o Cruzeiro por 2 a 1 neste sábado

    Corinthians deixa G4 e pode perder posição até o fim da rodada do Brasileirão; veja tabela

    ver detalhes
  • Em meio a crise, Fábio Carille seguirá no comando do Corinthians

    Diretor do Corinthians garante permanência de Fábio Carille

    ver detalhes
  • Tiago Nunes negou um suposto interesse do Corinthians para a próxima temporada

    Tiago Nunes ressalta respeito a Carille e nega contato com o Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians nunca havia perdido um jogo em que saiu na frente do adversário na Arena

    Após 184 jogos, Corinthians leva a primeira virada jogando na Arena

    ver detalhes
  • Corinthians foi superior, mas não soube converter suas chances em gol em Joinville

    Com briga no fim e vacilos, Corinthians sai atrás nas quartas da Liga Futsal

    ver detalhes
  • [Vitor Chicarolli] Há quanto tempo o Corinthians não joga bem?

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: