Artilheiro da Copinha em 2015 abre o jogo sobre futuro no Corinthians

Artilheiro da Copinha em 2015 abre o jogo sobre futuro no Corinthians

Por Meu Timão

Vasconcelos segue vinculado ao Timão, mas não será utilizado por Carille

Vasconcelos segue vinculado ao Timão, mas não será utilizado por Carille

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Gabriel Vasconcelos foi um dos nomes do Corinthians na conquista da Copa São Paulo de Futebol Júnior 2015, da qual foi artilheiro. Na temporada seguinte, o atacante comprado da base do Fluminense voltou a defender o Timão no torneio Sub-20 e anotou cinco gols na campanha do vice-campeonato. Apesar do currículo recente vitorioso, ele ainda não sabe por qual equipe jogará nessa temporada.

Vasconcelos foi emprestado duas vezes depois da Copinha, para América-RJ e Joinville, mas não correspondeu às expectativas. O próprio goleador reconhece que a experiência em times de menor expressão foi aquém do esperado. “Depois da Copa São Paulo de 2016, fomos vice-campeões, surgiu empréstimo para o América do Rio. Como eu não tinha jogado profissionalmente, pensei 'já que não vou ter oportunidade, era melhor um empréstimo'. No América, joguei sete jogos e fiz dois gols, mas nem joguei na função de centroavante. Atuei mais na beirada e como meia centralizado. Retornei após três meses”, contou Vasconcelos ao site Uol.

Gabriel, então, acabou apresentado pelo Joinville, no dia 6 de junho. Sem espaço com o treinador Lisca, disputou apenas seis partidas e não marcou nenhum gol na caminhada do time pela Série B do Campeonato Brasileiro. Com o clube catarinense na vice-lanterna, o atacante e outros atletas foram dispensados.

“Voltei, joguei pelo Paulista e pelo Brasileiro Sub-20, e então tive contato do Joinville. Eu estava jogando lá, mas a fase do time não ajudava todo o elenco, o planejamento não estava bom, tanto que o time caiu para a Série C. Joguei alguns jogos de titular, como centroavante e na beirada, mas acabou que o treinador e o diretor foram mandados embora. Chegou o Lisca, assumiu e, como o elenco estava muito grande, ele dispensou 15 atletas. Meu nome estava no meio”, lembrou.

De volta ao Parque São Jorge, o ex-camisa 9 do Sub-20 tem treinado em horários alternativos ao lado de outros jovens na mesma situação - prestes a completar 21 anos, Vasconcelos não pode mais integrar a principal categoria de base do clube. E como está fora dos planos do técnico Fábio Carille, deverá ser cedido novamente. Seu contrato com o Timão expira em dezembro de 2018.

“O Corinthians até hoje não me disse se estava atrás de algum clube para mim. Não chegou proposta oficial. Os meus empresários, Reinaldo e Rodrigo Pitta, chegaram com algumas especulações, mas nada concreto que entendemos ser uma proposta boa. Estão correndo atrás com o Alessandro (gerente de futebol), mas ainda não encontraram nada. Como os outros empréstimos não foram bons, estamos escolhendo bem”, concluiu.

Veja mais em: Base do Corinthians e Copinha.

Veja Mais:

  • Carille comandou o treino do Corinthians deste sábado, no CT Joaquim Grava

    Pablo treina, e Carille define escalação do Corinthians contra o Atlético-GO

    ver detalhes
  • Clayson foi relacionado pela primeira vez no Corinthians

    Com estreia de Clayson e Pablo, Corinthians relaciona 22 contra Atlético-GO

    ver detalhes
  • Clayson deve estrear com a camisa do Corinthians neste domingo

    Relacionado pela primeira vez, Clayson faz declaração à torcida do Corinthians em rede social

    ver detalhes
  • Roberto (à esq.) está pessimista por negócio com Cicinho

    Roberto de Andrade esclarece especulações, vê Cicinho distante e abre o jogo sobre Nenê

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes