Gabriel abre o jogo sobre saída de rival e vibra com escolha pelo Corinthians

5.7 mil visualizações 29 comentários

Por Meu Timão

Gabriel chegou ao Timão em janeiro e já é titular absoluto com Carille

Gabriel chegou ao Timão em janeiro e já é titular absoluto com Carille

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Titular sob o comando de Fábio Carille, Gabriel não demorou a se adaptar ao Corinthians. O volante de 24 anos, que chegou ao clube depois de passagem irregular pelo rival Palmeiras, não esconde a felicidade pelo bom momento da carreira. E muito disso passa pela decisão tomada no início da temporada.

Gabriel defendeu o Palmeiras em 2015 e 2016 por empréstimo, já que seus direitos econômicos e federativos pertenciam ao Monte Azul, agremiação utilizada pela empresa OTB Sports para registro de atletas. Com a aproximação do término do vínculo e o pouco interesse da equipe em renová-lo, o meia aceitou a oferta apresentada pelo Corinthians, mesmo se tratando do arquirrival.

“Aconteceram muitas coisas depois. Eu acabei começando muito bem e depois tive a lesão, fiquei praticamente sete meses fora de jogo, acho que minha primeira partida foi com oito meses e pouco... Então, é claro, você perde um pouco o ritmo, o espaço, e no futebol isso é normal. Eu tinha meu contrato acabando, meu contrato vencendo e tivemos poucas conversas, eu com a diretoria. Eu também não poderia chegar e me oferecer, então esperei. Meu contrato acabou, a gente até teve uma conversa ou outra, mas acabou que não teve um acordo”, declarou Gabriel em entrevista ao programa Aqui com Benja!.

“Não era bom pra eu ficar, o contrato que o Corinthians me ofereceu era melhor do que o Palmeiras, isso é fato. Eu tinha o contrato do Corinthians e do Palmeiras na mão e acabei decidindo pelo Corinthians. O planejamento de carreira era melhor. São coisas do futebol”, frisou o volante.

A OTB reivindicava o pagamento de 4 milhões de euros (em torno de R$ 13 milhões) por 100% dos direitos do camisa 5. O Timão, contudo, desembolsou metade da quantia (R$ 6,5 milhões) por 50% dos direitos. O jogador soma 17 partidas e um gol com a camisa alvinegra.

“A partir do momento que vesti a camisa do Palmeiras, procurei fazer meu papel e honrar a camisa, trabalhar, me dedicar ao máximo, mas meu ciclo lá fechou. Eu respeito muito todos os clubes por onde passei, como Botafogo e Palmeiras, mas hoje sou jogador do Corinthians. O clube que vou defender com unhas e dentes vai ser o Corinthians, estou muito feliz ali e acredito que fiz a melhor escolha pra mim”, concluiu.

Veja mais em: Gabriel e Derbi.

Veja Mais:

  • Meia não foi relacionado por Sampaoli nos jogos do Brasileirão

    Corinthians encaminha acerto com Romulo Otero do Atlético Mineiro

    ver detalhes
  • Meia tem muita moral no Chile e é visto como grande promessa do país

    Jornais do Chile repercutem gol e assistência de Araos pelo Corinthians; veja alguns tuítes

    ver detalhes
  • Luan ainda não convenceu a torcida do Corinthians

    Tiago Nunes banca Luan como titular do Corinthians após ausência em estreia no Brasileirão

    ver detalhes
  • Timão espera contar com Gil no segundo compromisso do Brasileirão

    Corinthians trabalha por liberação de dupla para próximo jogo no Campeonato Brasileiro

    ver detalhes
  • O que ainda te mantém em pé após mais um revés, corinthiano?

    [Ana Paula Araújo] O que ainda te mantém em pé após mais um revés, corinthiano?

    ver detalhes
  • Corinthians e Fortaleza se enfrentarão em uma quarta-feira

    CBF altera data e horário de jogo do Corinthians contra o Fortaleza no Brasileirão

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: