Clube-empresa processa Corinthians por dívida milionária ligada a Petros

Clube-empresa processa Corinthians por dívida milionária ligada a Petros

Por Meu Timão

5.9 mil visualizações 79 comentários Comunicar erro

Petros disputou 63 jogos e marcou quatro gols pelo Timão

Petros disputou 63 jogos e marcou quatro gols pelo Timão

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Depois de ser acionado por suposto calote referente à venda de Matheus Pereira, o Corinthians pode ganhar novo problema com a Justiça nos próximos dias. O Hortolândia-SEV, clube-empresa do qual o agente Fernando Garcia é sócio, entrou com ação contra o clube na 4ª Vara Cível do Foro Regional VIII, no Tatuapé, em São Paulo, por conta de uma antiga dívida ligada à transferência do volante Petros para o Real Betis, da Espanha.

O SEV, utilizado por empresários para registro de atletas, cobra do Timão cerca de R$ 1,1 milhão pela negociação do ex-jogador alvinegro, concretizada em julho de 2015. O clube do interior paulista garante que o Corinthians embolsou 1,385 milhão de euros pela venda do meio-campista e não repassou 50% da quantia, porcentagem a que tinha direito. A informação é do site Espn.com.br.

De acordo com o processo, Corinthians e SEV firmaram, no dia 21 de julho de 2014, acordo por “cessão temporária de direitos federativos de atleta de futebol em cessão definitiva e outras avenças”. Em outras palavras, o time de Hortolândia receberia metade do dinheiro de qualquer transferência definitiva de Petros, mas só houve o depósito da primeira parcela, referente a 25% do total.

O departamento jurídico do Corinthians foi procurado pelo portal e disse desconhecer a ação. “Não chegou nada ainda para a gente, estou recebendo a informação por você”, respondeu Diógenes Mello, advogado do Timão. A agremiação deve apresentar defesa assim que for notificada judicialmente.

Dor de cabeça recorrente – Na última semana, o clube do Parque São Jorge foi acionado por suposto calote de mais de meio milhão de reais relacionado à transferência do meia Matheus Pereira à Juventus, da Itália, consumada em junho do ano passado. A empresa B2F Marketing Esportivo, responsável pela ação, exige 150 mil euros e pede até mesmo a penhora da renda dos jogos da Arena para pagamento da dívida.

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians.

Veja Mais:

  • Com Gustagol (à esq.) em grande fase, Timão pega o Avenida em Itaquera. É matar ou morrer!

    Em duelo inédito, Corinthians tenta avançar à terceira fase da Copa do Brasil; saiba tudo

    ver detalhes
  • Dezenas de corinthianas se reuniram para torcer juntas no último Majestoso

    'A mulher acha que não tem direito': movimento luta por presença feminina na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Carille comandou última atividade do Corinthians antes da segunda fase da Copa do Brasil

    Carille dribla imprensa antes de jogo contra Avenida; veja provável escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • Destrinchamos o Corinthians e a forma de jogar de Carille em 2019 | #116

    VÍDEO: Destrinchamos o Corinthians e a forma de jogar de Carille em 2019 | #116

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes