Corinthians recebe ofertas, mas pode permanecer sem patrocínio master na decisão; veja imposições

Corinthians recebe ofertas, mas pode permanecer sem patrocínio master na decisão; veja imposições

Timão e Caixa não chegaram a acordo pela renovação

Timão e Caixa não chegaram a acordo pela renovação

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A camisa do Corinthians pode permanecer sem patrocinador master nos dois jogos decisivos contra a Ponte Preta. Apesar de o clube ter recebido ofertas para acordos pontuais, o departamento de marketing do clube pode optar por deixar o espaço principal sem anunciante, permanecendo apenas os outros parceiros (Alcatel, nas costas, Foxlux, na Barra, e Minds, na parte inferior da manga).

Uma decisão que passa por alguns fatores. O primeiro é a preferência por vínculos a longo prazo, que ajudam na consolidação da marca. Na visão do clube, "é preciso ter consistência na comunicação".

O segundo motivo é a consequência do primeiro. Com acordos pontuais, o clube entrega ao seu parceiro basicamente a exposição da marca nas mídias (televisão, internet, jornais, etc). Não sendo possível, dessa maneira, vincular esse patrocinador a diversas outras ações, como as mídias sociais do clube, a Arena Corinthians, o CT Joaquim Grava e, obviamente, o banner das entrevistas coletivas, que aparecem atrás dos jogadores e do técnico Fábio Carille.

O terceiro motivo é o valor em si que o clube costuma cobrar dos interessados. Por ser algo pontual, apenas num momento bom e de alta exposição, o departamento de marketing tradicionalmente busca cifras altas em comparação a um parceiro que aceitou se vincular a longo prazo com o clube.

Vale lembrar que essa possibilidade de jogar as decisões com a camisa sem patrocinador master se dá pela saída da Caixa Econômica Federal, que ocupava o espaço desde 2012. A falta de um acordo na renovação se deu pela discordância de valores. Enquanto o banco gostaria de pagar um valor abaixo dos R$ 30 milhões por ano, o clube não aceitava ter esse valor diminuído após tantos anos de parceria.

Veja mais em: Patrocinador do Corinthians e Ações de marketing.

Veja Mais:

  • Corinthians/Americana pode não voltar a quadra no segundo semestre

    Campeão nacional, Corinthians/Americana chega ao fim, diz jornal

    ver detalhes
  • Cicinho, hoje no futebol búlgaro, deve pintar como reforço do Corinthians

    Final da Copa da Bulgária separa Corinthians de segunda contratação para o Brasileirão-2017

    ver detalhes
  • Pequeno torcedor conheceu também o xeque Al-Khelaifi, dono do clube francês

    Em Paris, torcedor-mirim surpreende xeique do PSG e pede contratação de atacante do Corinthians

    ver detalhes
  • Mesmo com nova lesão, diretoria do Corinthians pausa busca por novo zagueiro

    [Marco Bello] Mesmo com nova lesão, diretoria do Corinthians pausa busca por novo zagueiro

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes