Encorpado após saída do Corinthians, Malcom comemora adaptação à França e diz ter saudades da Fiel

8.0 mil visualizações 36 comentários

Por Meu Timão

Sensação na Europa, Malcom desperta interesse de equipes de grande porte da Itália e da Inglaterra

Sensação na Europa, Malcom desperta interesse de equipes de grande porte da Itália e da Inglaterra

Reprodução/Twitter

Há um ano e meio no futebol francês, o atacante Malcom, campeão brasileiro pelo Corinthians em 2015, já não sente dificuldades com a língua e a cultura do país, bastante diferentes em relação às do Brasil. Em entrevista ao programa Futebol no Mundo, da ESPN Brasil, o jogador de 20 anos, um dos jovens mais valorizados do Velho Continente na atualidade, explicou a escolha pelo Bordeaux, deu detalhes a respeito do período de adaptação e disse sentir saudades da torcida do Timão, clube que o revelou.

“Escolhi o Bordeaux, um time grande da França, muitos não conhecem aqui no Brasil, mas tem muita história. Muitos brasileiros já jogaram lá, o Denilson (pentacampeão mundial). Através do Denilson que eu aceitei a proposta, porque eu queria ir para a Europa, mas sabia que se fosse para um time grande, de muita expressão, não ia conseguir jogar, às vezes iria para o time B. Então escolhi o Bordeaux para poder aparecer e deu tudo certo”, recordou Malcom.

“O começo lá em Bordeaux é muito difícil porque você acaba não entendendo nada que os caras falam. Agora já falo bem, consigo me comunicar com meus companheiros, consigo ir a um restaurante sem qualquer pessoa”, afirmou o atacante, que marcou dez gols na temporada 2016-17 do Campeonato Francês.

Leia também: Campeões pelo Corinthians, Pablo e Malcom se reencontram

A nova língua não foi a única mudança a que Malcom acabou submetido desde que deixou o Corinthians, no início de 2016. Cria do terrão alvinegro, o garoto ganhou massa muscular a fim de competir na França de igual para igual com os adversários. “Aqui (no Corinthians) eu tinha acho que 62 kg. Estou com 73 kg agora”, revela Malcom, que diz o que mais lhe surpreendeu ao atuar com a camisa do Bordeaux.

“O que me deixou impressionado foi a forma da pressão, eles pressionam muito, marcam e defendem muito. O futebol francês parece até um pouco com o italiano, eles defendem muito. Quem chega ‘franguinho’ como eu cheguei tem que fazer alguma coisa para melhorar e chegar ao nível deles de força para poder ter resistência”, explicou.

Entre outros assuntos, Malcom foi questionado se sentia saudades do Corinthians, onde cresceu, se formou como jogador profissional e ganhou notoriedade no Brasil. “Dá, dá saudade, dá saudade um pouquinho da torcida, do ambiente, o ambiente é fantástico. Ainda mais quando você fala sua língua, né?”, concluiu, em tom bem-humorado.

Veja mais em: Base do Corinthians e Ex-jogadores do Corinthians.

Veja Mais:

  • Otero é pretendido pelo Corinthians e pode chegar para concorrer com Mateus Vital

    Otero recebe elogios de Vital, possível concorrente por vaga de titular no Corinthians

    ver detalhes
  • Jô comemorando seu gol contra o Atlético Mineiro, pelo Brasileirão

    Como o número de participações em gol de Jô no Corinthians mais do que dobrou desde 2017

    ver detalhes
  • Roda gigante que será construída no Parque São Jorge, de acordo com o candidato Augusto Melo

    Candidato promete revitalizar Parque São Jorge com parque temático e até roda gigante; veja imagens

    ver detalhes
  • Gustavo Mosquito e Mateus Vital durante treinamento no CT, ainda na época de Fábio Carille; atacante voltou ao clube

    Mateus Vital fala do retorno de Gustavo Mosquito ao Corinthians e ressalta importância tática

    ver detalhes
  • Gustavo Mosquito se despediu do Paraná nesta sexta-feira

    Gustavo Mosquito se despede do Paraná em redes sociais; atacante retorna ao Corinthians 

    ver detalhes
  • Corinthians enfrenta graves problemas financeiros durante a pandemia

    Corinthians define acordo com América-MG e pagará dívida de R$ 3 milhões em 12 parcelas

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: