Romero rasga elogios a Guerrero, revela apostas e comenta chance de superá-lo no Corinthians

Romero rasga elogios a Guerrero, revela apostas e comenta chance de superá-lo no Corinthians

Por Meu Timão

6.1 mil visualizações 57 comentários Comunicar erro

Guerrero e Romero durante um dos últimos treinos do peruano no Corinthians, em maio/15

Guerrero e Romero durante um dos últimos treinos do peruano no Corinthians, em maio/15

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Romero e Guerrero atuaram juntos no Corinthians por cerca de um ano, mais precisamente entre julho de 2014 e maio de 2015, datas que marcam a chegada do paraguaio e a saída do peruano do clube, respectivamente. Um período relativamente curto mas que, de acordo com o atual camisa 11 do Timão, foi marcante para sua carreira e importante para sua adaptação ao Brasil.

Foi isso que Romero deixou claro em entrevista exclusiva ao jornal peruano Depor - Paraguai e Peru se enfrentaram em amistoso realizado na cidade de Trujillo. Com a tradicional humildade que o caracteriza, o atacante não economizou nos elogios ao flamenguista.

"Admiro muito sua humildade sobre todas as coisas. Quando cheguei ao Corinthians, ele era o principal jogador do elenco e sempre me ajudou e deu dicas. Tenho por ele um enorme carinho. Sempre o escutei como se fosse um irmão, o bom é que agora a gente ainda mantém contato", lembrou.

O camisa 11 do Timão revelou que apostava com Guerrero nos treinamentos no CT Joaquim Grava. E, segundo ele mesmo, quase sempre perdia.

"Sempre depois dos trabalhos nós ficávamos um pouco mais para melhorar as definições das jogadas. E sempre apostávamos quem fazia mais gols. E confesso que tive que pagar mais vezes (risos). Os recursos que Paolo (Guerrero) tem dentro da área são incríveis, é meu espelho no futebol", revelou.

Questionado pelo repórter peruano se pensa em superar o amigo, Romero voltou a manter o discurso pés no chão.

"Chegar ao nível futebolístico do Paolo, por si só, é difícil. É um grande atacante. Além disso, o que ele representa para o futebol brasileiro e para o Corinthians não se supera tão assim, não. Estou fazendo meu trabalho, mas ele tem um lugar privilegiado na história e no coração do torcedor desse clube", afirmou.

Paraguaio e peruano fazendo exercícios juntos no treino

Paraguaio e peruano fazendo exercícios juntos no treino

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Por fim, como não poderia ser diferente, o paraguaio falou sobre como foi superar o peruano na artilharia da Arena Corinthians. Neste momento, Romero tem quatro gols a mais (19 a 15). Ele não escondeu a satisfação com o feito.

"Claro que tenho orgulho disso. É bom superar o Paolo em um recorde. Porém, eu não acredito que haverá alguém que possa superar o que ele fez no Corinthians", finalizou.

Romero conquistou dois títulos pelo Corinthians, o Brasileiro (2015) e o Paulista (2014). Guerrero, por sua vez, foi campeão três vezes: Mundial de Clubes da Fifa (2012), Recopa Sul-Americana (2013) e Paulista (2013).

Veja mais em: Romero e Ex-jogadores do Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthians de Fábio Carille deve chegar reforçado para temporada de 2019

    Retorno de Carille turbina padrão do Corinthians no mercado da bola; veja listas e compare

    ver detalhes
  • Thiago Neves desperta interesse no Corinthians

    Corinthians formaliza interesse em Thiago Neves e Sassá, relata Cruzeiro

    ver detalhes
  • Ramiro foi peça importantes nos últimos títulos do Grêmio

    Pai de Ramiro revela conversas adiantadas com o Corinthians e fala em acerto ainda nesta semana

    ver detalhes
  • Matias Ávila, diretor financeiro, e Roberto Gavioli, gerente financeiro, em coletiva nesta quarta-feira

    Corinthians confirma déficit em 2018, mas prevê explosão de receitas com TV e patrocínios

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes