Carille aponta jogo como 'mais difícil' do ano e admite dificuldades diante do Cruzeiro

Carille aponta jogo como 'mais difícil' do ano e admite dificuldades diante do Cruzeiro

Por Meu Timão

Carille parabenizou a equipe pela vitória de 1 a 0 sobre o Cruzeiro, mas admitiu dificuldades

Carille parabenizou a equipe pela vitória de 1 a 0 sobre o Cruzeiro, mas admitiu dificuldades

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Na noite desta quarta-feira, o Corinthians conquistou sua sexta vitória no Campeonato Brasileiro, ao bater o Cruzeiro por 1 a 0. Contudo, a equipe alvinegra sofreu algumas dificuldade diante do adversário. Seguindo análise do técnico Fábio Carille, a partida foi a mais difícil do time nesta temporada, que enfrentou problemas principalmente no segundo tempo.

“Foi o jogo mais difícil que tivemos pelas circunstâncias de jogo. Já pegamos outras equipes qualificadas, como Palmeiras e São Paulo. Foi o mais difícil com certeza pela circunstância”, afirmou o treinador durante entrevista coletiva na Arena Corinthians, palco do confronto.

“Nós sabíamos da dificuldade que iriamos encontrar, por que viemos de um clássico no domingo e o Cruzeiro veio de um jogo, teoricamente, mais tranquilo em relação a pressão e se impor dentro de campo. A gente veio de clássico, onde o desgaste é muito grande. O primeiro tempo foi bom, o segundo nem tão bom assim. Mas todo mundo está de parabéns com a vitória”, completou.

O gol da vitória do Timão veio em um lance de escanteio, ainda no primeiro tempo. A bola foi jogada para a área por Jadson e acabou em um cabeceio de Balbuena no fundo da rede. Porém, a equipe sofreu não conseguiu segurar a bola na segunda etapa da partida e viu o Cruzeiro criar grandes chances rumo ao gol de Cássio. O problema foi apontado por Carille, que garantiu uma conversa com os atletas para uma melhora.

“Quando a gente roubou a bola, entregou muito rápido para o adversário. Com isso, a gente não conseguiu organizar. Já falei com eles sobre isso, a primeira coisa que eu falei com eles aqui. A partir do momento que entrega para o adversário, isso foi o maior problema da gente no segundo tempo”, garantiu.

Ainda assim, o técnico do Corinthians não afirmou estar garantido com o desempenho do grupo. Para Carille, o setor defensivo da equipe e a posse de bola no primeiro tempo foram os principais méritos da vitória sobre o time mineiro.

“É saber sofrer. A gente costuma dizer muito isso, o time precisa saber sofrer, fechar a casinha e saber ser atacado. Não vejo que fomos o jogo inteiro abaixo. Gostei do lance do escanteio, eu não sei se vocês viram, mas ficamos com a bola dois minutos e 37 segundos no pé antes do gol. Foi a primeira coisa que eu quis saber. Isso mostra o crescimento, quero esperar o momento certo. Foi isso, no primeiro fomos melhor e no segundo o cruzeiro foi melhor”, finalizou.

O Corinthians lidera a tabela do Brasileiro com 19 pontos conquistados. A equipe vem de uma invencibilidade de 20 jogos, não sofrendo derrota desde o dia 29 de março, quando perdeu para a Ferroviária no Campeonato Paulista. O Timão volta a campo neste domingo, às 11h (de Brasília), quando encara o Coritiba pela sétima rodada da competição nacional.

Veja mais em: Fábio Carille e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Pablo não deve enfrentar o Atlético Mineiro no domingo

    [Marco Bello] Pablo não deve enfrentar o Atlético Mineiro no domingo

    ver detalhes
  • Corinthians anuncia uniforme especial para partida contra Atlético-MG

    Corinthians anuncia uniforme especial para partida contra Atlético-MG

    ver detalhes
  • Ralf ergueu troféu do hexa do Brasileirão antes de deixar Corinthians

    Ralf diz que não jogaria em rival do Corinthians, explica saída e opina sobre Gabriel

    ver detalhes
  • Pré-temporada de 2018 teve início nesta semana para jogadores do Timão

    Corinthians se antecipa, e jogadores realizam exames cardiológicos para 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes