Torcedoras do Corinthians protestam contra horário da finalíssima do Brasileirão Feminino

Torcedoras do Corinthians protestam contra horário da finalíssima do Brasileirão Feminino

Por Meu Timão

3.5 mil visualizações 37 comentários Comunicar erro

Corinthians/Audax está na final do Brasileirão Feminino

Corinthians/Audax está na final do Brasileirão Feminino

Foto: Evelson de Freitas/ALLSPORTS

Nem tudo é festa na classificação do Corinthians/Audax para a final do Campeonato Brasileiro Feminino. A data e o horário da finalíssima, por exemplo, são motivos de protesto por parte da Fiel.

O Movimento Toda Poderosa Corinthiana, por meio de uma nota publicada nesta terça-feira, lamentou a determinação do jogo de volta para uma quarta-feira (19/7) às 16h30. A partida ainda foi marcada para a Arena Barueri, casa da equipe feminina em 2017 - torcedores haviam pedido, pelas redes sociais, que o duelo fosse disputado na Arena Corinthians.

Leia também: Corinthians conhece data, horário e local de clássicos nas finais do Brasileiro Feminino

"Como apoiar o time em um jogo marcado para o meio da tarde?", escreveram as torcedoras.

"Um Corinthians x Santos sem o menor respeito à torcida, à historia do confronto, às jogadoras. Uma final de campeonato nacional marcada sem o menor cuidado. É preciso tratar o futebol feminino com profissionalismo", completaram.

A intenção do coletivo é não apenas mostrar a insatisfação como também tentar a alteração da data e do horário da partida. Para tal, foram lançadas as hashtags #MudaOJogoCBF, #MudaOJogoCorinthians e #MudaOJogoDasMinas.

"Vamos trazer o público para o estádio. Vamos trazer apoio para nossas meninas. Vamos dar a devida importância para a final, para o clássico, para as equipes", escreveram.

Confira a publicação na íntegra

Veja mais em: Futebol feminino.

Veja Mais:

  • Romão e Carlinhos foram emprestados pelo Corinthians

    Corinthians empresta Carlinhos e Guilherme Romão para o Oeste

    ver detalhes
  • Sidcley está no Atlético-PR

    Corinthians negocia a contratação de lateral-esquerdo do Atlético Paranaense

    ver detalhes
  • Fabrício Oya pode deixar o Corinthians de graça nos próximos meses

    Ainda sem definição sobre renovação, joia do Corinthians entra na mira de clubes do exterior

    ver detalhes
  • Lima jogou pelo Benfica entre os anos de 2012 e 2015; faz tratamento no Corinthians desde 2017

    Andrés Sanchez esclarece situações de Guerrero, Barcos e Lima ligadas ao Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes