Último técnico a bater o Corinthians, PC de Oliveira relembra feito há quatro meses

Último técnico a bater o Corinthians, PC de Oliveira relembra feito há quatro meses

Por Meu Timão

PC de Oliveira foi o comandante da Ferroviária na última derrota do Corinthians

PC de Oliveira foi o comandante da Ferroviária na última derrota do Corinthians

Foto: Reprodução/TV Ferroviária

Quando cumprimentou Fábio Carille após a vitória da Ferroviária sobre o Corinthians por 1 a 0, o treinador Paulo César de Oliveira não tinha ideia do feito que acabara de conquistar. Quatro meses após a partida, disputada em 19 de março, ele segue sendo o último técnico a bater o Timão, mas acredita que não repetiria a dose no atual momento.

"Acho que naquele momento nós estávamos no lugar certo e na hora certa para vencer o Corinthians e não acredito que isso voltaria a se repetir hoje, na condição que a equipe do Corinthians atingiu", afirmou, em entrevista concedida ao Fox Sports.

"Eram situações diferentes. A equipe da Ferroviária tinha apenas cinco pontos somados, eminentemente rebaixada para a segunda divisão do Paulista, o Corinthians vindo de uma sequência desgastante de partidas e de viagens. Nós vimos que o Corinthians iria poupar os seus jogadores, então acho que o momento representou o jogo. O desespero da Ferroviária, com um pouquinho de organização, contra uma equipe completamente desgastada e poupando os seus principais jogadores", relembrou.

O desgaste citado pelo treinador adversário diz respeito a participação do time de Carille na Copa do Brasil. Três dias antes do confronto pelo Paulistão, o Timão disputou partida decisiva contra a Luverdense em Itaquera. Apesar de reconhecer os méritos do elenco alvinegro, é para seu colega de profissão e o staff corinthiano que Paulo César credita o sucesso da temporada.

"Hoje as pessoas estão bastante preocupadas com o futebol do Corinthians dentro de campo, mas 70, 80% desse sucesso vem de fora do campo, de como foi construído e como o staff está treinando quem treina a equipe. Então eu acho que o staff está muito poderoso, o gerenciamento e a gestão das informações que o Carille recebe são fundamentais, além do fato do Carille ter tido méritos em convencer tanto a instituição, torcedores e atletas de como essa equipe deveria construir a sua participação no campeonato", destacou.

"Acho que esse é o grande mérito, a revolução está muito mais na gestão de como fazer isso, de como colocar um menino para jogar na equipe profissional neste nível, como fazer essa previsão. Acho que é aí que está o grande diferencial do Corinthians, os jogadores mais jovens não estão sentindo, estão entrando na equipe como muita tranquilidade e a gente não vê isso na grande maioria das equipes", concluiu.

Apesar da vitória da Ferroviária no último revés alvinegro, muitos torcedores ainda lembram da partida por suposta irregularidade no gol de Alan Mineiro, jogador que pertence ao Corinthians. De lá para cá, o Timão mantém 28 jogos de invencibilidade.

Veja mais em: Campeonato Paulista e Fábio Carille.

Veja Mais:

  • Timão conquistou Paulistão sobre a Ponte Preta; times voltam a se enfrentar logo na abertura de 2018

    Corinthians e Ponte Preta reeditam final na abertura do Paulistão 2018; veja a tabela

    ver detalhes
  • Os 10 momentos mais marcantes do Hepta

    VÍDEO: Os 10 momentos mais marcantes do Hepta

    ver detalhes
  • Alessandro Nunes e Roberto de Andrade são responsáveis por formar elenco de 2018

    Presidente do Corinthians estabelece número ideal de contratações para 2018 e promete time forte

    ver detalhes
  • Timão encara o arquirrival Palmeiras na ida da final da Copa do Brasil

    Com entrada gratuita, Arena Corinthians recebe decisão do Sub-17

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes