Há 64 anos, Corinthians batia o Barcelona e conquistava título histórico na Venezuela

Há 64 anos, Corinthians batia o Barcelona e conquistava título histórico na Venezuela

Matéria do título do Corinthians, conquistado em 1953

Matéria do título do Corinthians, conquistado em 1953

Foto: Divulgação/Corinthians

Há 64 anos, Corinthians e Barcelona se enfrentavam em Caracas, na Venezuela, pela Copa Marcos Pérez. Com duas rodadas de antecedência, o time alvinegro bateu os espanhóis por 1 a 0 e conquistou o quadrangular, que ainda contava com a Roma, da Itália, e um selecionado do venezuelano Caracas. A histórica conquista ganhou ainda mais brilho na volta ao Brasil, quando mais de 100 mil corinthianos aguardavam a equipe no aeroporto.

A trajetória rumo ao título

O início da trajetória alvinegra foi contra a Roma, um dos mais poderosos times da época e considerado por toda a imprensa como favorito no torneio. O favoritismo, no entanto, ficou fora de campo. Dentro das quatro linhas, foi o Corinthians quem dominou os italianos. Com excelente atuação, o Timão viu Luizinho, de cobertura, garantir os primeiros três pontos para o clube - segundo relatos, a vantagem poderia ser ainda maior.

Na segunda rodada, contra o Barcelona, o panorama se repetia. De novo frente a um europeu, o Corinthians entrou em campo como azarão. Quando soou o apito, as equipes se igualaram em rendimento, desempenhando papel parecido e proporcionando um bom jogo para quem acompanhava. Após abrir o placar com Luizinho, o Timão viu os espanhóis empatarem com Moreno. O time do técnico Rato cresceu e com gols de Carbone e, novamente, Luizinho, abriu dois gols de vantagem no marcador. Os catalães até diminuíram, mas não foi suficiente. 3 a 2 e mais uma vitória alvinegra.

Depois de bater os europeus, era hora de encarar os donos da casa. A Seleção de Caracas contava com o apoio da torcida, por isso, o técnico do Corinthians fez questão de pedir atenção ao time, cobrando que os jogadores entrassem em campo com a mesma vontade que bateram os favoritos. Com gols de Claudio e Carbone, o Timão encaminhou o título da competição.

Com as três vitórias conquistadas, o time comandado por Rato chegou para a quarta rodada, contra o Barcelona, podendo ser campeão com duas rodadas de antecedência. Jogando melhor do que na primeira partida contra os espanhóis, o Corinthians coroou a campanha histórica com uma vitória por 1 a 0, com gol de Goiano, e ergueu o troféu da Copa Marcos Pérez.

Antes de deixar a Venezuela, o Timão ainda bateu a Seleção de Caracas por 2 a 0, com dois gols de Claudio, e a Roma por 3 a 1, com gols de Claudio e Luizinho, duas vezes. Com o título na bagagem, o Corinthians desembarcou em São Paulo nos braços de mais de 100 mil torcedores. Uma recepção pioneira e até hoje fora dos padrões. Histórica.

Veja mais em: Jogos Históricos, Títulos do Corinthians e Ídolos do Corinthians.

Veja Mais:

  • Pablo não tem permanência assegurada no Timão para a próxima temporada

    Fim da paciência: Corinthians dá ultimato e cobra resposta de empresário de Pablo

    ver detalhes
  • Corinthians anuncia uniforme especial para partida contra Atlético-MG

    Corinthians anuncia uniforme especial para partida contra Atlético-MG

    ver detalhes
  • Ralf ergueu troféu do hexa do Brasileirão antes de deixar Corinthians

    Ralf diz que não jogaria em rival do Corinthians, explica saída e opina sobre Gabriel

    ver detalhes
  • Pré-temporada de 2018 teve início nesta semana para jogadores do Timão

    Corinthians se antecipa, e jogadores realizam exames cardiológicos para 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes