CBF volta atrás e adota cautela sobre árbitro de vídeo no Brasileirão: 'Quem sabe 2019'

CBF volta atrás e adota cautela sobre árbitro de vídeo no Brasileirão: 'Quem sabe 2019'

Por Meu Timão

Sistema de arbitragem com auxílio de vídeo só deve chegar ao Brasileirão em 2019

Sistema de arbitragem com auxílio de vídeo só deve chegar ao Brasileirão em 2019

Foto: Reprodução/FIFA.com

Os mais animadinhos para contar com a tecnologia de vídeo no futebol brasileiro ainda terão de esperar. É isso que sinalizou Sérgio Corrêa, chefe de arbitragem da CBF, em entrevista concedida ao canal SporTV nesta terça-feira.

De acordo com Corrêa, a entidade máxima de futebol do Brasil decidiu aguardar os próximos passos da Fifa a respeito da regularização da tecnologia de arbitragem de vídeo. A tendência, assim, é a CBF iniciar sua participação nesse processo apenas após a Copa do Mundo do ano que vem.

"Estamos trabalhando com muita tranquilidade, tem cinco empresas interessadas em participar desse projeto. A CBF está muito rigorosa nessas questões e temos que ter segurança plena de implementar e não criar os problemas que temos observado em alguns casos (...) Não temos pressa. Em 2018, vai ser a data em que a Fifa vai definir e colocar na regra do futebol para a Copa do Mundo e nós teremos mais segurança, mais tranquilidade, para que quando o projeto for implementado não tenhamos mais problemas do que temos sem o árbitro de vídeo", argumentou.

Chama atenção o fato de, no primeiro semestre desse ano, a CBF ter dado indícios de que estava interessada em implementar a tecnologia de vídeo ainda em 2017 no Campeonato Brasileiro. Confusões em jogos mundo afora protagonizadas pelo uso do recurso de vídeo, contudo, teriam freado a entidade.

"Tínhamos pressa no início, estamos preparados através dos testes que fizemos, mas dado a essa inserção da interpretação que tem ocorrido em vários jogos (com uso do recurso), recuamos um pouquinho, estamos aguardando para 2018 a questão da aprovação e o protocolo definitivo a ser usado na Copa do Mundo para depois usar no Brasileiro, quem sabe 2019", explicou Corrêa.

A tecnologia

O Árbitro Assistente de Vídeo (VAR, na sigla em inglês) foi colocado em prática na edição da Copa das Confederações da Rússia, no último mês de junho. A nova tecnologia permite à equipe de arbitragem analisar determinado lance por meio de monitores e então dar o veredito sobre anular ou validar um gol.

E o Corinthians?

No elenco do Corinthians, assim como no futebol brasileiro de forma geral, há bastante discordância com relação ao assunto. Enquanto alguns defendem a utilização do árbitro de vídeo, outros acham que tal tecnologia mais vai atrapalhar do que ajudar.

"É chato demais, vai acabar com o futebol, com a alegria. Só o chip da bola que eu gosto. De resto, acho muito chato esse negócio de imagem. A gente tem é que profissionalizar os árbitros. Isso vai parar o jogo demais, vai ficar chato (...) Se ainda fosse algo mais dinâmico, mais rápido, quem sabe? Mas do jeito que está acontecendo atualmente, com jogadores se reunindo em volta dos árbitros, aí não dá", declarou Fábio Carille, em entrevista concedida no último mês de junho, em meio à Copa das Confederações.

"Muito difícil ficar culpando arbitragem. São seres humanos, que erram como nós. Se pode ser usado o vídeo no futebol, por que não usar? Em alguns jogos usam, em outros não (...) Todo time deveria ter o direito de usar. Se tem isso, é para melhorar", defendeu Jô, também no último mês de junho, após ter um gol mal anulado em jogo contra o Coritiba.

Veja mais em: Arbitragem.

Veja Mais:

  • Antes de bater Vasco, Timão não vencia há dois jogos pelo Brasileirão

    Vantagem do Corinthians na liderança do Brasileirão volta a ser de dez pontos; confira a tabela

    ver detalhes
  • Gol irregular de Jô motiva verdadeiro 'rebuliço' no Brasileirão

    Após erro a favor do Corinthians, CBF implementa tecnologia já na próxima rodada do Brasileirão

    ver detalhes
  • Pode isso, Arnaldo?! Veja o 'tackle' que Balbuena levou (e o juiz também não viu) contra o Vasco

    Pode isso, Arnaldo?! Veja o 'tackle' que Balbuena levou (e o juiz também não viu) contra o Vasco

    ver detalhes
  • Anderson (de camisa e boné brancos) ao lados de amigos na Arena

    Corinthians responde torcedor que se prontificou a arcar com assento da Arena

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes