Ídolo do Corinthians, goleiro Gilmar completaria 87 anos de vida

Ídolo do Corinthians, goleiro Gilmar completaria 87 anos de vida

Por Meu Timão

540 visualizações 17 comentários Comunicar erro

Gilmar esteve à frente do gol do Corinthians por dez temporadas

Gilmar esteve à frente do gol do Corinthians por dez temporadas

Foto: Reprodução/Arquivo

Um dos maiores goleiros da história do Corinthians, Gilmar dos Santos Neves, ou simplesmente Gilmar, completaria 87 anos de vida nesta terça-feira. O arqueiro iniciou sua carreira em 1945, no Jabaquara, time de Santos, local onde nasceu. Em 1951, chegou ao Timão, mas, é válido ressaltar, a contragosto da diretoria da época, que justificava o seu receio no fato de Gilmar ter sido o goleiro mais vazado na temporada de 1950.

Seus primeiros passos no Parque São Jorge não foram nada fáceis. O guarda-redes custou a encontrar seu espaço no elenco corinthiano, chegando, ainda, a ser taxado como o culpado pela derrota do Corinthians por 3 a 7 para a Portuguesa. A partida, disputada no Pacaembu, era válida pela fase única do Campeonato Paulista de 1951.

Depois de alguns meses longe do gol alvinegro, Gilmar voltou à sua posição e, a partir daí, começou a trajetória de consolidação do seu nome na história do Timão. Campeão paulista ainda em 1951 e, também, em 1954, suas boas atuações fizeram com que torcedores levassem ao estádio uma faixa com os seguintes dizeres: "Supremo Guardião do Campeão do Centenário", aludindo ao título do IV Centenário, comemorado em 1954. Mesmo ano em que o defensor levantou a taça do Torneio Rio-São Paulo.

Em grande fase pelo time paulista, o arqueiro foi convocado para servir a Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1958, disputada na Suécia. Ao lado de nomes como Pelé, Garrincha e Nilton Santos, sagrou-se campeão do mundo, na ocasião que rendeu ao Brasil sua primeira taça do mundial.

Após dez anos à frente da meta do Timão, o goleiro deixou a equipe depois de um desentendimento com o então presidente do clube, Wadih Helu, partindo, dessa maneira, para o rival Santos. Ao todo, somou 395 jogos pelo coletivo alvinegro, estando presente em 245 vitórias, 73 empates e 77 derrotas.

Confira imagem de Gilmar no título da Copa do Mundo de 1958

Gilmar, à direita, ao lado do técnico Feola e do capitão Bellini

Capitão Bellini (à esquerda), técnico Feola (centro) e goleiro Gilmar (à direita)

Reprodução/Arquivo Baú do Futebol

Veja mais em: Ídolos do Corinthians.

Veja Mais:

  • Rodriguinho marcou nesta quarta-feira o 11º gol na temporada de 2018

    Corinthians vence Botafogo em noite de golaço de Rodriguinho e Cássio inspirado

    ver detalhes
  • Timão fez valer mando e superou Botafogo com gols de Rodriguinho e Romero

    Cássio beira nota máxima, e atacante brilha: veja as avaliações da vitória sobre o Botafogo

    ver detalhes
  • Douglas já realizou exames médicos no Corinthians

    Presidente do Corinthians confirma acerto com Douglas

    ver detalhes
  • Jadson deve renovar com o Corinthians por mais duas temporadas

    Jadson diz que só falta assinar e confirma renovação com o Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes