Corinthians é condenado a pagar quase R$ 8 milhões à CET; clube pode recorrer

Corinthians é condenado a pagar quase R$ 8 milhões à CET; clube pode recorrer

Por Meu Timão

4.1 mil visualizações 74 comentários Comunicar erro

Presidente Roberto de Andrade ganhou motivo a mais para se preocupar

Presidente Roberto de Andrade ganhou motivo a mais para se preocupar

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians ganhou uma senhora dor de cabeça na Justiça nesta sexta-feira. Isso porque a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) ganhou um processo no qual obriga o Timão a reembolsá-la R$ 7,8 milhões referentes ao período de 2005 a 2016.

De acordo com informações publicadas pelo portal Uol, o processo diz que: "Lei 14.072/05 autorizou a Companhia de Engenharia de Tráfego - CET a cobrar pelos custos operacionais de serviços prestados, relativos à operação do sistema viário, decorrentes da realização de eventos, inclusive seus ensaios,realizados em via aberta à circulação, ou em locais fechados cujos reflexos possam perturbar ou interromper a livre circulação de veículos e pedestres, ou colocar em risco sua segurança."

Em outras palavras: jogos nos quais o Corinthians foi mandante na última década, seja na Arena, no Pacaembu, no Canindé ou em qualquer outro estádio, tiveram suporte dos agentes de trânsito da CET para coordenar a circulação de veículos e pedestres nas regiões afetadas pelas partidas. Por conta disso, o órgão entende como justo cobrar a "conta" do clube.

A tendência é a Justiça conceder decisão similar em eventuais processos da CET contra os outros clubes da capital paulista. Há, no entanto, tanto para o Corinthians quando para qualquer outro prejudicado, o direito de recorrer. A decisão atual, afinal de contas, foi tomada em primeira instância.

Em tempo: se por um lado a CET se acha no direito de cobrar o Corinthians pelos serviços desempenhados em dias de jogos, o mesmo parece estar com os dias contatos no que diz respeito à Polícia Militar. O órgão de segurança pública estadual perder batalha judicial com o Palmeiras recentemente e abriu precedente para o Timão também entrar na Justiça.

Veja mais em: Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Fábio Carille foi heptcampeão brasileiro pelo Corinthians em 2017

    Carille volta a ser opção para treinar o Corinthians em 2019; entenda a situação

    ver detalhes
  • Corinthians volta a enfrentar o Atlético-PR, nesta quarta-feira, em Curitiba

    Veja onde assistir ao jogo entre Corinthians e Atlético-PR ao vivo na televisão

    ver detalhes
  • Malcom é apontado como fator principal na desistência do Barcelona por Pedrinho

    Barcelona desiste de Pedrinho e abre caminho para negócio entre Corinthians e Real Madrid

    ver detalhes
  • Pedrinho é esperança ofensiva do Corinthians na Arena da Baixada

    Fora da Libertadores, Corinthians visita Atlético-PR com novo foco e possível 'reforço'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes