Mesmo com derrota, Carille aprova rendimento e nega falta de confiança no Corinthians

Mesmo com derrota, Carille aprova rendimento e nega falta de confiança no Corinthians

Por Meu Timão

Carille aprovou rendimento de sua equipe no clássico contra o Santos

Carille aprovou rendimento de sua equipe no clássico contra o Santos

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O sonho do melhor primeiro turno da história tem se transformado em pesadelo para os torcedores do Corinthians na segunda parte do Brasileirão. Com a terceira derrota em quatro partidas, os adversários parecem ter entendido como parar o time de Fábio Carille. Mesmo com o 2 a 0 sofrido no clássico contra o Santos, o treinador não analisa o rendimento alvinegro como ruim e credita o revés a erros de sua equipe.

"Fizemos um bom jogo, criamos oportunidades. Os dois gols do Santos foram em erros nosso, de passe de contra-ataque, o Santos jogou no erro. Já vim aqui muitas vezes, tenho nove anos de clube, e não vi a gente jogar como jogou hoje. Conseguimos triangular e chegar pelo fundo. Infelizmente, saímos com o resultado adverso. São quatro jogos, três derrotas e uma vitória no segundo turno, a gente tem que melhorar", analisou o treinador, em coletiva depois da partida na Vila Belmiro.

"Os adversários sabem da gente e nós sabemos deles, o futebol é um estudo constante, eu fico ali o dia inteiro no CT para buscar informações e passar para os atletas. Esse começo de segundo turno não está sendo esperado, mas a gente vai melhorar", completou.

Leia também:
Jô vê sequência do Corinthians como 'normal' e exalta vantagem no Brasileirão
Jadson lamenta chances perdidas e pede atenção ao Corinthians: 'Não pode dar sopa para o azar'
Cássio fala em 'melhorar tudo' após revés do Corinthians na Vila Belmiro

Mais do que os pontos perdidos, o temor da torcida é que a confiança da equipe seja minada com os resultados adversos. Para o treinador, no entanto, o bom rendimento em campo deve se sobressair ao placar, mantendo o foco de seus comandados que, querendo ou não, enfrentam adversários mais motivados justamente pelo êxito obtido até aqui.

"Se perde confiança quando o time dá muito bicão, o time está tentando colocar a bola no chão, está tentando triangular e é o que a gente cobra. Quando a gente está atrás quer mirar no de cima. É o time a ser batido, todo mundo quer encostar, principalmente nesses times mais próximos. A gente tem que manter o foco e acreditar nas nossas convicções para continuar na frente", concluiu.

Veja mais em: Fábio Carille, Campeonato Brasileiro e Corinthians x Santos.

Veja Mais:

  • Com bandeirões e muita festa, Fiel incentivou Timão no último treino aberto

    Corinthians abre à torcida último treino antes do jogo da taça

    ver detalhes
  • Kazim tatua taça do Brasileirão com provocação a rivais do Corinthians

    Kazim tatua taça do Brasileirão com provocação a rivais do Corinthians

    ver detalhes
  • Volante pode seguir os passos de Arana, também revelado pelo Corinthians

    Por possível transferência, agente de Maycon viaja à Europa nesta semana

    ver detalhes
  • Jô e Jadson voltaram a treinar no campo nesta quinta-feira

    Treino do Corinthians tem retornos, academia lotada e possível trote de despedida

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes