Representante do Racing participa de reunião com a PM paulista; medida é evitar incidentes de BH

Representante do Racing participa de reunião com a PM paulista; medida é evitar incidentes de BH

Por Meu Timão

Setor visitante da Arena Corinthians deve receber cerca de 1,5 mil torcedores

Setor visitante da Arena Corinthians deve receber cerca de 1,5 mil torcedores

Foto: Meu Timão

A diretoria do Racing Club está preocupada com a segurança dos seus torcedores na Arena Corinthians, onde a equipe será visitante diante do Timão, nesta quarta-feira, às 21h45, pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana. A preocupação é tanta que um dos representantes do clube participará da tradicional reunião de segurança que acontece antes dos jogos na capital paulista.

Daniel García, responsável pela relação do clube com a torcida, chegou antes da delegação e será um dos participantes do encontro que ocorrerá no 2º Batalhão de Choque da Polícia Militar, que contará ainda com as presenças de representantes corinthianos, da CET e torcidas organizadas.

“Não queremos que ocorra nenhum inconveniente com a torcida do Racing", explicou García, em entrevista ao site Racing de Alma.

Leia também:
Carille perde duas seguidas pela primeira vez após 64 jogos no Corinthians
Corinthians atualiza parcial de ingressos vendidos para jogo contra Racing
Carille confirma Corinthians com titulares contra o Racing na Sul-Americana

A intenção é que sejam evitadas as cenas lamentáveis da última visita do clube argentino ao Brasil. Na eliminação diante do Atlético Mineiro, no ano passado, pela Copa Libertadores, torcedores do Racing se envolveram em confusão com a polícia militar de Belo Horizonte no estádio Independência.

Vale lembrar que não é a primeira medida tomada pela diretoria do clube argentino com objetivo de que seus torcedores tenham um bom tratamento antes, durante e depois do duelo com o Corinthians, pela Copa Sul-Americana. Na última semana, um representante do Racing Club veio ao Brasil para conversar com os responsáveis pela Arena.

Ficou definido, na ocasião, que os 1,5 mil ingressos seriam vendidos em Buenos Aires (ARG). O valor dos bilhetes é de 400 pesos argentinos, aproximadamente R$ 70 na cotação desta terça. A decisão de não vender os ingressos no portão E4 do estádio, dos visitantes, foi do próprio Racing Club.

Veja mais em: Arena Corinthians e Copa Sul-Americana.

Veja Mais:

  • Com Balbuena e Jô, Timão tenta engatar 5ª vitória consecutiva no Brasileirão

    Com novas motivações, Corinthians encara Flamengo em primeiro teste como heptacampeão

    ver detalhes
  • Antes doo Dérbi, mais de 30 mil corinthianos apoiaram os jogadores alvinegros

    Diretor se anima com chance de mais treinos abertos na Arena: 'Talvez antes do próximo jogo'

    ver detalhes
  • Elias deixou o Corinthians em 2016 e hoje atua pelo Atlético-MG

    Feliz no Atlético-MG, Elias diz que pode retornar ao Corinthians 'mais pra frente'

    ver detalhes
  • Corinthians enfrenta o Flamengo neste domingo, às 17h

    Vitória contra o Flamengo fará Corinthians bater marca de equipe mineira em 2013

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes