Medina conta como decidiu torcer pelo Corinthians, lembra título mundial de surf e vibra com Seleção

2.7 mil visualizações 21 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Medina (à dir.) esteve nas tribunas da Arena Corinthians no duelo contra Patriotas

Medina (à dir.) esteve nas tribunas da Arena Corinthians no duelo contra Patriotas

Divulgação/Corinthians

Um dos principais atletas brasileiros da atualidade, o surfista Gabriel Medina foi personagem da edição de setembro da revista FIFA 1904. Nela, o corinthiano abordou diversos temas relacionados ao esporte no país, entre eles o carinho pelo Corinthians, o título de campeão mundial de surf e a Seleção Brasileira, que vive lua de mel sob o comando do técnico Tite.

Medina, de 23 anos, explicou que começou a torcer pelo Timão ainda criança, influenciado pela família, repleta de alvinegros. “Corinthians! É o time do meu pai, da minha mãe, meu avô meus tios, de toda minha família. O time de futebol não é uma questão de escolha, mas sim de tradição familiar”, contou Gabriel, deixando claro que jamais “viraria a casaca”:

Mas isso (tradição familiar) não me impediu de me encantar por esse clube, não o trocaria por nenhum outro”, frisou o frequentador assíduo da Arena Corinthians.

Natural de São Sebastião-SP, Medina foi o primeiro brasileiro a ser campeão mundial de surf, ainda em 2014. Na ocasião, ele superou nada menos que Kelly Slater e Mick Fanning, dois dos principais surfistas do planeta, e faturou o título do ASP World Tour.

Segundo Gabriel, a conquista se tornou especial pelo fato de a Seleção Brasileira ter fracassado na Copa do Mundo, disputada meses antes. Uma espécie de alento ao povo brasileiro. “Foi um ano triste para o Brasil, que teve que dizer adeus às esperanças de conquistar mundiais tanto no futebol como no voleibol. Por isso, minha vitória chegou no melhor momento possível”, celebrou.

“Todo mundo sabe como são os torcedores brasileiros, a forma especial que têm de apoiar seus atletas. Ver tanta gente feliz e sentir essa emoção, a paixão que o Brasil tem por seus atletas, foi algo único e impressionante”.

Questionado sobre o momento da Seleção, já classificada ao Mundial da Rússia, em 2018, Medina até palpitou sobre quem será o principal oponente da equipe verde-amarela:

“Claro (Brasil pode ser campeão). Nós demonstramos isso durante as Eliminatórias. Tite está fazendo um trabalho magnífico como treinador (...). Me atrevo a prever que Brasil e Alemanha chegarão à final, se não se encontrarem antes (risos)”, completou.

Veja mais em: Torcida do Corinthians.

Veja Mais:

  • Ralf volta ao plantel do Timão para o jogo desta quarta-feira

    Com três retornos, Corinthians confirma lista de relacionados contra o Goiás; veja provável time

    ver detalhes
  • Arena compete com outros sete estádios pela honraria de sediar a final continental

    Conmebol confirma Arena Corinthians como candidata para sediar final da Libertadores de 2020

    ver detalhes
  • Treinador português corre risco de demissão no Monaco

    Possível interesse do Corinthians em técnico do Monaco repercute na Europa

    ver detalhes
  • As tatuagens mais loucas do Corinthians

    VÍDEO: As tatuagens mais loucas do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians Sub-20 decide vaga na semifinal no Parque São Jorge

    Corinthians conhece datas das quartas do Paulista do Sub-20, Sub-17 e Sub-15; veja como ficou

    ver detalhes
  • Casa invadida pelo carro de Ralf amanheceu com pichações nesta terça-feira

    Muro de casa invadida por carro de Ralf, do Corinthians, é pichado

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: