Cássio diz ter assistido a tropeço do Palmeiras e pede atenção do Corinthians no domingo

Cássio diz ter assistido a tropeço do Palmeiras e pede atenção do Corinthians no domingo

Por Lucas Faraldo e Rodrigo Vessoni

Cássio conversou com a imprensa

Cássio conversou com a imprensa

Foto: Larissa Lima/Meu Timão

Os matemáticos podem até colocar o Corinthians com "uma mão e meia" na taça do Campeonato Brasileiro, mas o elenco alvinegro promete manter a filosofia de pés no chão até o fim da competição. Ao menos é isso que indicou Cássio em entrevista concedida neste início de tarde de sexta-feira, no CT Joaquim Grava, após treino do Timão.

Na conversa com os jornalistas, Cássio destacou a briga do Corinthians para confirmar o heptacampeonato brasileiro e ressaltou os perigos que já devem ser enfrentados logo neste domingo, em jogo contra o Bahia, em Salvador. Os tricolores aprontaram para cima do Palmeiras ao empatar em 2 a 2 em jogo disputado na última quinta no Pacaembu.

Leia também:
Fellipe Bastos comemora chance de jogar pelo Corinthians no Brasileirão
Zagueiro deve retornar, e Corinthians pode ter defesa invicta em jogo deste domingo
Bancado por Carille, Jadson revela conversa franca com o treinador

"Ânimo a gente tem de sobra, só de estar no Corinthians, na briga pelo título... Primeiro pensamos na vitória, em fazer o trabalho bem feito. Depois pensamos nos outros resultados, que sabemos que foram bons para a gente nesta rodada", disse o camisa 12, se referindo aos tropeços dos principais concorrentes pela taça.

"Acabei vendo um pouco do jogo do Palmeiras contra o Bahia e vi que eles (Bahia) têm uma equipe bem qualificada. Será um jogo difícil no domingo", alertou.

Uma observação muito pertinente feita por Cássio diz respeito à perspectiva de o Bahia fazer um jogo "atípico" apesar de atuar em seus domínios no domingo. Adversários, seja da parte de cima ou de baixo da tabela, vêm adotando postura extremamente defensiva para enfrentar o Corinthians - a exemplo do Cruzeiro, no Mineirão, na penúltima rodada.

"Independentemente do adversário, não olhamos se está em cima ou não. Estamos sempre motivados. Não é porque o Bahia está na parte de baixo da tabela que vamos faltar com respeito. Entraremos com ambição dos três pontos, mesmo jogando fora de casa", falou.

"Todos os jogos são difíceis, muitas vezes mesmo as equipes da casa acabam jogando diferente contra o Corinthians, isso vem acontecendo até com equipes que não estão na parte de baixo da tabela", completou.

Corinthians e Bahia, vale lembrar, se enfrentam com objetivos distintos. O Timão tenta ampliar para 13 pontos a já grande vantagem que sustenta na ponta do Brasileirão. A equipe de Salvador, por sua vez, tenta se afastar da zona de rebaixamento - hoje está apenas um ponto acima do 17ª colocado.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro e Cássio.

Veja Mais:

  • Pablo não tem permanência assegurada no Timão para a próxima temporada

    Fim da paciência: Corinthians dá ultimato e cobra resposta de empresário de Pablo

    ver detalhes
  • Corinthians anuncia uniforme especial para partida contra Atlético-MG

    Corinthians anuncia uniforme especial para partida contra Atlético-MG

    ver detalhes
  • Ralf ergueu troféu do hexa do Brasileirão antes de deixar Corinthians

    Ralf diz que não jogaria em rival do Corinthians, explica saída e opina sobre Gabriel

    ver detalhes
  • Pré-temporada de 2018 teve início nesta semana para jogadores do Timão

    Corinthians se antecipa, e jogadores realizam exames cardiológicos para 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes