Ex-promessa do Corinthians, Lulinha se 'reinventa' e vive fase artilheira na Coreia do Sul

4.1 mil visualizações 50 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Na Ásia desde 2016, Lulinha deixou o Corinthians em 2009

Na Ásia desde 2016, Lulinha deixou o Corinthians em 2009

Divulgação / Pohang Steelers

Uma década após estrear como profissional do Corinthians em 2007, ano do rebaixamento do clube no Campeonato Brasileiro, o meia-atacante Lulinha vive uma nova fase na carreira. O jogador, que chegou como promessa das categorias de base no Timão sondado de expectativas, é artilheiro no Pohang Steelers, da Coreia do Sul, nesta temporada.

Ao todo, Lulinha marcou 14 gols em 31 jogos disputados pelo time asiático. A marca superou sua melhor temporada até então, quando balançou a rede 13 vezes pelo Ceará, em 2013. O jogador chegou ao Pohang Steelers no último ano, após o rebaixamento para a Série A2 do Campeonato Paulista com a camisa do Mogi Mirim.

“A Coreia surgiu do nada. Depois do Estadual veio um empresário falando que tinha uma proposta do Pohang. Só que como tinham aparecido muitas coisas que não eram verdadeiras na minha carreira, eu fiquei com o pé atrás”, disse Lulinha ao portal ESPN.com.br.

“Ele disse que em três dias traria o pré-contrato. Ainda fiquei desconfiado, mas ele cumpriu o combinado. O diretor do clube estava no Brasil e fui ao encontro dele e acertamos”, detalhou.

Leia também:
Corinthians encara Palmeiras nas quartas do Paulista Sub-20 na Arena com entrada gratuita
Corinthians tem quase um time inteiro de jogadores pendurados antes do Dérbi
Diretor fala em desespero dos rivais e crava título do Corinthians: 'Fatalmente'

Em seu primeiro ano pelo Pohang Steelers, Lulinha marcou duas vezes em 18 jogos. A artilharia em 2017 foi comemorada pelo jogador de 27 anos que, mesmo no auge, vive um futuro incerto. O meia-atacante tem contrato válido na Coreia do Sul até o final da temporada, com chances de renovação.

“Como meu contrato acaba no final do ano estamos analisando algumas situações se irei renovar ou não. Mas quero ficar por aqui bastante tempo, adorei o país, as pessoas nos recebem muito bem. É muito legal isso e o salário é em dia, bicho em dia, não tenho do que reclamar”, explicou.

Ainda que admita saudades do Brasil, principalmente pela distância da família, o meia-atacante revelou que não pensa em um retorno para o Brasil tão cedo. “Isso pesa bastante, mas estamos correndo atrás do pão de cada dia. O país (Coreia do Sul) é bom demais e tenho uma vida bem tranquila, só depois vou pensar em voltar ao Brasil”, finalizou.

Revelado no Corinthians, Lulinha chegou ao time profissional aos 16 anos e permaneceu no clube até 2009. O jogador foi a campo em 85 partidas e marcou somente quatro gols com a camisa do Timão, que se destoaram dos 297 tentos marcados quando ainda fazia parte das categorias de base do clube do Parque São Jorge.

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians e Base do Corinthians.

Veja Mais:

  • Ralf volta ao plantel do Timão para o jogo desta quarta-feira

    Com três retornos, Corinthians confirma lista de relacionados contra o Goiás; veja provável time

    ver detalhes
  • Arena compete com outros sete estádios pela honraria de sediar a final continental

    Conmebol confirma Arena Corinthians como candidata para sediar final da Libertadores de 2020

    ver detalhes
  • Treinador português corre risco de demissão no Monaco

    Possível interesse do Corinthians em técnico do Monaco repercute na Europa

    ver detalhes
  • Corinthians Sub-20 decide vaga na semifinal no Parque São Jorge

    Corinthians conhece datas das quartas do Paulista do Sub-20, Sub-17 e Sub-15; veja como ficou

    ver detalhes
  • Casa invadida pelo carro de Ralf amanheceu com pichações nesta terça-feira

    Muro de casa invadida por carro de Ralf, do Corinthians, é pichado

    ver detalhes
  • Cássio comentou sobre as recentes críticas ao técnico Fábio Carille

    'Não vejo ninguém incomodado aqui', diz Cássio sobre declarações de Carille

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: