Balbuena nega pressão e prega confiança do Corinthians para reta final do Brasileirão

Balbuena nega pressão e prega confiança do Corinthians para reta final do Brasileirão

Por Meu Timão

1.3 mil visualizações 32 comentários Comunicar erro

Balbuena garantiu que elenco segue confiante para reta final do Brasileirão

Balbuena garantiu que elenco segue confiante para reta final do Brasileirão

Foto: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

Com uma das piores campanhas do segundo turno, o Corinthians viu a vantagem para os adversários pelo título cair. Mesmo assim, o elenco alvinegro segue pregando o discurso de calma e pensamento jogo a jogo. Após o treino da manhã desta quinta-feira, Balbuena, um dos líderes do grupo, voltou a afastar qualquer ideia de pressão no ambiente dos comandados de Carille.

"A gente não se sente pressionado. Desde o começo do ano sabemos da pressão que é jogar num time grande, a cobrança sempre vai existir. No início do ano ninguém dava nada para nós. Hoje estamos seis pontos a frente do segundo", analisou o paraguaio, aproveitando para valorizar a vantagem do Timão no momento.

"Se me perguntasse no começo do ano se eu gostaria de ter essa vantagem, diria que sim. Quem não quer estar nessa posição? Sabemos que temos potencial, podemos dar mais e vamos fazer de tudo nessas oito decisões", completou.

Leia também:
Recuperado, Pablo se coloca à disposição de Carille e Balbuena valoriza retorno de 'dupla ideal'
Jô nega pressão, fala em 'campanha brilhante' e aponta Corinthians privilegiado com liderança

Mais do que evitar o pensamento de pressão, Balbuena fez questão de explicar o porque da tranquilidade no elenco alvinegro. Para o paraguaio, tudo que a equipe passou no ano, somado ao excelente trabalho que vem sendo feito, deixa o ambiente calmo e propício para voltar ao caminho das vitórias.

"O que mais nos dá tranquilidade é a confiança que temos em todas, até o Fábio, diretoria. Sabemos o trabalho que a gente faz, fez e vai fazer. Ninguém deu nada de graça para a gente, desde o começo do ano tomamos pancada e mantivemos nosso foco. Temos que saber lidar com isso. Estamos trabalhando forte para conseguir o objetivo nas rodadas finais", garantiu.

Outro entrevistado desta quinta, Pablo engrossou o discurso do companheiro de zaga, mas alertou para a queda do nível de concentração da equipe. Para o camisa 3, que deve retornar contra a Ponte Preta, é preciso recuperar a confiança nesse sentido.

"Por tudo o que fizemos, conseguimos uma gordura boa. Quando se joga no Corinthians, a pressão é grande, torcida cobra, imprensa fala. Tínhamos 10 pontos de vantagem e agora são seis. A pressão no Corinthians é uma e em outros clubes é outra. Não estamos hoje como estávamos antes, caiu o rendimento, é visível, falo mais na parte da concentração. Está faltando esse detalhe", concluiu.

Veja mais em: Pablo, Balbuena e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Vôlei alvinegro começa sua caminhada na Superliga nesta semana

    Brasileirão, estreia na Superliga e final no feminino: a semana de compromissos do Corinthians

    ver detalhes
  • Roger marcou o segundo gol corinthiano no duelo deste domingo

    Corinthians vira nos acréscimos, mas ainda leva gol de empate e tropeça no Vitória

    ver detalhes
  • Corinthians empatou com o Vitória em 2 a 2 nesta rodada

    Concorrentes tropeçam, e Corinthians abre leve distância para Z4; veja classificação

    ver detalhes
  • Ralf foi eleito craque da partida no entendimento dos torcedores do Corinthians

    Veteranos são eleitos 'craques' do Corinthians no Barradão; Avelar beira nota zero

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes