Zé Maria vê Corinthians retomando 'vontade' do hepta; rival crava Palmeiras fora da briga

2.9 mil visualizações 28 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Neste domingo, o Timão venceu o Palmeiras por 3 a 1 na Arena

Neste domingo, o Timão venceu o Palmeiras por 3 a 1 na Arena

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians está basicamente com a mão na taça. Ao menos é isso o que pensam dois ex-jogadores em alusão ao Dérbi do último domingo, vencido pelo Timão por 3 a 2, na Arena de Itaquera. Tendo entrado em campo sob clima de decisão, os comandados do técnico Fábio Carille mostraram bom futebol diante do arquirrival e, com a vitória, chegaram aos 62 pontos na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro.

Após o duelo, acompanhado por cerca de 46 mil torcedores, o programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, recebeu o ex-lateral-direito alvinegro Zé Maria e o ex-goleiro do time da Barra Funda Sérgio. Para o corinthiano, peça fundamental para a conquista do título paulista de 1977, o Timão está próximo de erguer a taça do hepta, embora ainda haja seis jogos pela frente - que devem ser encarados com calma.

"Vai ser tranquilo, mas ainda tem muita lenha pela frente. Temos que ter calma, né?! Mas agora eu acho que é um grande passo, porque o time voltou a jogar bem. Estava preocupado, estavam oscilando demais, mas hoje (o Corinthians) mostrou vontade de querer ganhar o título, isso foi o mais importante", afirmou.

Leia também:
Time de Carille fecha ano com maior aproveitamento da década em clássicos; segundo do século
Taças do mosaico podem ser mantidas no átrio do prédio Oeste da Arena Corinthians
Corinthians e Palmeiras bate recorde e se torna a maior audiência da TV na temporada 2017

Com a palavra, o ex-arqueiro alviverde, que viu sua antiga equipe sofrer gols de Romero, Balbuena e Jô, lamentou a derrota, apontando a ocasião como "o fim da linha" para as pretensões do título palmeirense. A postura do time do Parque São Jorge, arrasadora na etapa inicial do confronto, também foi elogiada.

"O Palmeiras hoje não jogou. O Corinthians mostrou mais vontade, mais determinação, e a final era hoje. Para mim, hoje foi a final do Campeonato Brasileiro. O Palmeiras tinha a chance de tirar esse título do Corinthians, não conseguiu. Infelizmente, agora não tem mais como segurar a equipe do Corinthians", finalizou.

Vale ressaltar que o Corinthians já trabalhou na manhã desta segunda-feira. O foco do grupo preto e branco agora volta-se à partida diante do Atlético Paranaense, que acontece nesta quarta-feira, às 21h, na Arena da Baixada, pela 32ª rodada do Brasileirão.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro, Ex-jogadores do Corinthians e Dérbi.

Veja Mais:

  • Ralf volta ao plantel do Timão para o jogo desta quarta-feira

    Com três retornos, Corinthians confirma lista de relacionados contra o Goiás; veja provável time

    ver detalhes
  • Arena compete com outros sete estádios pela honraria de sediar a final continental

    Conmebol confirma Arena Corinthians como candidata para sediar final da Libertadores de 2020

    ver detalhes
  • Treinador português corre risco de demissão no Monaco

    Possível interesse do Corinthians em técnico do Monaco repercute na Europa

    ver detalhes
  • Corinthians Sub-20 decide vaga na semifinal no Parque São Jorge

    Corinthians conhece datas das quartas do Paulista do Sub-20, Sub-17 e Sub-15; veja como ficou

    ver detalhes
  • Casa invadida pelo carro de Ralf amanheceu com pichações nesta terça-feira

    Muro de casa invadida por carro de Ralf, do Corinthians, é pichado

    ver detalhes
  • Cássio comentou sobre as recentes críticas ao técnico Fábio Carille

    'Não vejo ninguém incomodado aqui', diz Cássio sobre declarações de Carille

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: