Sonhando com título, Kazim fala de sensação no gol e agradece torcida do Corinthians: 'Mais leve'

14 mil visualizações 60 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Kazim comemorou seu gol de forma bem diferente na Arena Corinthians

Kazim comemorou seu gol de forma bem diferente na Arena Corinthians

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

No sábado, mais de 40 mil torcedores presenciaram um jogo com cara de Corinthians. Pressionando, o Timão conseguiu balançar as redes do Avaí apenas uma vez. Mais do que isso, o gol foi de Kazim, que não marcava desde fevereiro deste ano. O herói improvável do triunfo ainda comemora o tento e se vê "mais leve" após o duelo deste sábado.

"Para mim é muito especial, espero por esse momento há muito tempo. Tem outro atacante aqui, o Jô, que joga muito, eu espero minha oportunidade e a hora chegou no último jogo. Meus companheiros e o treinador estavam muito confiantes em mim. A torcida também. Um dia antes falaram comigo nas redes sociais. Obrigado, agora eu estou um pouco mais leve", disse o turco, em coletiva concedida nesta segunda-feira.

"Sinto eles muito. Dentro e fora do estádio. Eles estão sempre na minhas redes, obrigado. Precisamos de vocês mais agora, nossa hora vai chegar, nosso objetivo vai chegar. Vocês ficam ao meu lado e me dão força", completou.

Leia também:
Com uma baixa e retorno de Jô, Carille inicia definições para equipe do possível jogo do título
Torcida do Corinthians reserva carga máxima de ingressos para possível jogo do título

Além do peso de seu gol, Kazim foi muito lembrado durante a semana pela comemoração. Enlouquecido por marcar, o camisa 18 tirou a bandeira do escanteio e a balançou em direção a torcida. O ato não foi "ensaiado" e, segundo ele, demonstra um pouco da mescla de sentimentos do momento. A alegria é ainda maior por se aproximar de uma conquista nacional.

"Quando fiz o gol, eu explodi. Não programei a bandeira, normalmente eu chuto ela, fico bravo, fico feliz, não consigo explicar, não tenho palavras. Esse momento é único. É muito decisivo para mim. Fico feliz não só pelo gol, mas por ajudar o time. Não gosto só de falar, gosto de fazer também. Não reclamei, só trabalhei e a oportunidade chegou", relembrou.

"Eu não sou brasileiro, era um sonho vir para cá ganhar o campeonato. Nosso objetivo está muito perto", finalizou.

Em tempo: Para concretizar o sonho do atacante turco, basta uma vitória alvinegra nesta quarta-feira, contra o Fluminense, às 21h45. Com a volta de Jô, no entanto, Kazim deve voltar para o banco de reservas.

Veja mais em: Kazim e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Corinthians perdeu para o Cruzeiro por 2 a 1 neste sábado

    Corinthians deixa G4 e pode perder posição até o fim da rodada do Brasileirão; veja tabela

    ver detalhes
  • Em meio a crise, Fábio Carille seguirá no comando do Corinthians

    Diretor do Corinthians garante permanência de Fábio Carille

    ver detalhes
  • Corinthians nunca havia perdido um jogo em que saiu na frente do adversário na Arena

    Após 184 jogos, Corinthians leva a primeira virada jogando na Arena

    ver detalhes
  • Corinthians foi superior, mas não soube converter suas chances em gol em Joinville

    Com briga no fim e vacilos, Corinthians sai atrás nas quartas da Liga Futsal

    ver detalhes
  • Com apenas 5,6, o volante Ralf foi eleito o melhor em campo pela Fiel

    Torcida do Corinthians poupa Ralf em noite de médias extremamente baixas; reserva é o pior em campo

    ver detalhes
  • [Vitor Chicarolli] Há quanto tempo o Corinthians não joga bem?

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: