Campeão por rival, Gabriel aponta diferença em conquistar o hepta; volante fala em ano de provação

Campeão por rival, Gabriel aponta diferença em conquistar o hepta; volante fala em ano de provação

Por Meu Timão

Gabriel chegou ao Timão no início da temporada, vindo de arquirrival

Gabriel chegou ao Timão no início da temporada, vindo de arquirrival

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Heptacampeão, após ver o Corinthians triunfar por 3 a 1 sobre o Fluminense, na quarta, o volante Gabriel concedeu entrevista na noite desta quinta-feira e foi questionado acerca de diversas questões referentes à temporada alvinegra. Acontece que, como não poderia deixar de ser, o defensor teve de apontar quais são diferenças entre garantir o título Brasileiro pelo Timão e pelo arquirrival Palmeiras, seu antigo clube.

"A diferença são os clubes. Logicamente as conquistas do campeonato pelo Palmeiras e pelo Corinthians são diferentes. Não falo nem em tamanho de clube para não entrar em certa polêmica. A diferença está no clube, na maneira que foi, na trajetória. Todo ano tem a sua história, todo campeonato, também. E esse título foi muito importante para mim individual e coletivamente", desviou, em conversa feita com o Bate-Bola na Veia, da ESPN.

Leia também:
#NuncaFoiFácil e #HeptaSemFax: com desconto, site vende camisas de campanhas do hepta do Corinthians
Clube formador de Romero adota campanha do Meu Timão e parabeniza Corinthians pelo hepta
Feliz por eficiência do elenco, Flávio Adauto valoriza gestão sem problemas no Corinthians

Ainda sob a sombra de seu ex-clube, onde se sagrou campeão nacional na temporada passada, Gabriel afirmou que deixou o time da Barra Funda e desembarcou na Zona Leste, no início de 2016, em clima de contestação. No Timão, no entanto, teve suporte da diretoria e, agora, vê como certo ter escolhido o coletivo alvinegro.

"Eu saí do Palmeiras sendo contestado pelos torcedores, pela imprensa, e fui para o maior rival, que é o Corinthians. A diretoria teve peito de me bancar, me deram confiança para que eu pudesse trabalhar tranquilo. Foi ano de provação e também de afirmação. Fiz a escolha certa de vir para um clube do tamanho do Corinthians", finalizou.

Veja mais em: Gabriel e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Flávio Adauto não é mais diretor de futebol do Corinthians

    Em nota oficial, Corinthians anuncia saída de Adauto e Piovesan

    ver detalhes
  • Andrade permanece à frente do Corinthians apenas até fevereiro de 2018

    Corinthians estima superávit em 2018; clube pretende arrecadar R$ 50 milhões em vendas

    ver detalhes
  • Super carros do Monster Jam já estão na Arena Corinthians

    Carros gigantes chegam à Arena Corinthians para evento deste sábado; veja fotos

    ver detalhes
  • Júnior Dutra assinou com o Corinthians até dezembro de 2019; único reforço confirmado

    Exato um mês após o título brasileiro, Corinthians tem só um reforço; três são os motivos

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes