Roberto de Andrade detalha montagem de elenco e esclarece situações de Pablo e Renê Júnior

30 mil visualizações 86 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Roberto de Andrade esclareceu algumas dúvidas da torcida nesta quarta-feira

Roberto de Andrade esclareceu algumas dúvidas da torcida nesta quarta-feira

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Embora deixe o Corinthians em fevereiro após as eleições, Roberto de Andrade será o responsável por grande parte da montagem do elenco alvinegro para 2018. Buscando alternativas no mercado, o presidente alvinegro explica qual a estratégia do Timão na busca por reforços: equilibrar o elenco. Mesmo com mais competições e calendário cheio, o objetivo é qualidade, não quantidade.

"Ao longo dos últimos anos, o Corinthians sempre trabalhou com 30 a 32 atletas e conquistamos bastante coisa. Acho que o que precisa é uma qualidade melhor. Podemos ter 11 jogadores excelentes e não ter reposição a altura. O que estamos procurando fazer agora é ter as reposições praticamente do mesmo nível, para ter um elenco próximo de 18 a 19 atletas considerados titulares como nós sempre tivemos", analisou, em entrevista à ESPN Brasil nesta quarta-feira.

Leia também:
Roberto de Andrade explica negociação por Scarpa e pontua: 'Muito difícil de ser concretizada'
Corinthians inicia conversas e estuda fazer proposta por lateral que joga na França
Eleição do Corinthians é definida com cinco candidatos à presidência e 24 chapinhas para o Conselho

Um das buscas por qualidade foi Renê Júnior, do Bahia. Com exames médicos já prontos, faltam detalhes para que o jogador seja anunciado pelo Corinthians. Seu companheiro Zé Rafael, por outro lado, já e objetivo distante e não deve desembarcar com o volante no CT Joaquim Grava.

"Quanto ao Renê Júnior, está tudo conversado. Podemos dizer que falta apenas a assinatura de contrato. Já está tudo definido, bases salarias, tempo do vínculo. O Zé Rafael eu acho difícil. O Bahia não quer perdê-lo, não quer negociá-lo, acho que ele é essencial para eles, então é uma negociação difícil", afirmou.

Se para o meio campo foi possível trazer Renê Júnior como opção para qualificar, para a zaga é preciso quantificar. Isso porque Pablo, titular na temporada, não renovou o contrato e deixou o Corinthians. Apesar dos rumores de uma possível volta, o presidente desmentiu qualquer possibilidade de negociação com o ex-camisa 3 alvinegro.

"As negociações não voltaram e não vão voltar. Nenhum interesse, se tivesse tínhamos ficado com ele. Na época ele pediu alto, para nossas condições foi um pouco de exagero. Estamos atrás de um bom zagueiro, de olho no mercado", concluiu.

Veja mais em: Pablo, Mercado da bola, Roberto de Andrade e Renê Júnior.

Veja Mais:

  • Corinthians leva a virada e perde para o Cruzeiro por 2 a 1 em Itaquera; Carille foi expulso no segundo tempo

    Corinthians não consegue afastar crise e perde de virada para o Cruzeiro pelo Brasileirão

    ver detalhes
  • Com apenas 5,6, o volante Ralf foi eleito o melhor em campo pela Fiel

    Torcida do Corinthians poupa Ralf em noite de médias extremamente baixas; reserva é o pior em campo

    ver detalhes
  • Em meio a crise, Fábio Carille seguirá no comando do Corinthians

    Diretor do Corinthians garante permanência de Fábio Carille

    ver detalhes
  • Carille foi alvo de críticas da Fiel após a derrota para o Cruzeiro

    Fim da paciência com Carille, erros de arbitragem e Corinthians 'em queda'; veja repercussão da Fiel

    ver detalhes
  • Corinthians perdeu de virada para o Cruzeiro na noite deste sábado

    Com nova derrota, Corinthians pode terminar rodada fora do G6 do Brasileirão; veja tabela

    ver detalhes
  • Fábio Carille foi expulso por conta de reclamação para o árbitro e irá perder o próximo jogo do Corinthians

    Corinthians sofre com pendurados e expulsão de Carille e terá desfalque triplo diante do Santos

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: