Único volante, Gabriel comenta novo esquema tático de Carille e projeta evolução da equipe

Único volante, Gabriel comenta novo esquema tático de Carille e projeta evolução da equipe

2.0 mil visualizações 41 comentários Comunicar erro

Gabriel falou após a derrota para a Ponte na estreia do Paulistão

Gabriel falou após a derrota para a Ponte na estreia do Paulistão

Foto: Rodrigo Vessoni / Meu Timão

No ano em que venceu seu sétimo Campeonato Brasileiro, o Corinthians teve uma escalação bastante definida. Antes das partidas, a torcida sabia escalar a equipe de Carille e se acostumou a listar os nomes no 4-2-3-1. Na atual temporada, porém, o treinador tenta retomar o 4-1-4-1.

No novo desenho tático, Gabriel perdeu seu companheiro mais próximo - lugar ocupado por Maycon e Camacho, majoritariamente, em 2017. Assimilando as mudanças, o volante acredita que o encaixe do time deve vir junto com o desenvolvimento físico dos atletas.

"É uma função que já foi adotada no ano passado, dependendo dos adversários e também nos intervalos, o Carille costumava fazer e deu bastante certo. É início de temporada, o raciocínio ainda não está tão aguçado. Acredito que mais dois ou três jogos a equipe vai engrenar de vez, como foi ano passado, que até estreamos com vitória, mas também sofremos na parte física", disse o volante ao Meu Timão, na zona mista do Pacaembu.

Leia também:
Carille sai em defesa de Kazim e avalia atuação de Romão após derrota do Corinthians
Emprestado pelo Corinthians, atacante 'encarna' Neymar e faz quatro na estreia de Rogério Ceni
Carille analisa derrota e vê organização do Corinthians como ponto positivo

Já com o novo esquema, o Corinthians não foi bem na estreia do Campeonato Paulista. Mesmo com um a mais em parte do confronto, o Timão deixou o campo derrotado pela Ponte Preta, por 1 a 0. Ciente de que o ideal seria uma vitória, o jogador ressaltou que o resultado é normal e que ainda há tempo de reverter a situação.

"Um jogo típico de quando um time está com um a mais, martelar, tentar. Se a bola não entra, o risco de tomar um gol existe. Eles conseguiram achar uma bola e marcar. Como eu disse, é início da temporada, lógico que ninguém quer começar perdendo, mas sabemos que ainda há tempo para reverter a situação e fazer um grande campeonato. Esse ano temos outra competição importante, a Libertadores. Agora é trabalhar forte para voltarmos no Pacaembu domingo e tentar vencer", concluiu.

Mesmo sem outro volante ao seu lado, Gabriel foi um dos destaques da partida. Na visão dos leitores do Meu Timão, inclusive, o jogador foi o melhor do confronto e terminou o duelo com nota média de 6,3.

Veja mais em: Gabriel e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Corinthians e Chapecoense voltam a se enfrentar, desta vez pela Copa do Brasil

    TV Globo transmite para dois estados jogo decisivo entre Corinthians e Chapecoense

    ver detalhes
  • Rosenberg e Andrés Sanchez costuram nos bastidores rescisão com a Omni

    Corinthians deve trocar Omni pela IBM na gestão do Fiel Torcedor, diz portal

    ver detalhes
  • O poder da torcida do Corinthians | #75

    VÍDEO: O poder da torcida do Corinthians | #75

    ver detalhes
  • Placas publicitárias da Arena Corinthians renderão ao menos R$ 12 milhões por ano

    Corinthians fecha acordo independente de R$ 12 milhões pelas placas publicitárias da Arena

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes