Depois de ter liminar negada, Citadini vai à segunda instância para tentar tornar-se elegível

Depois de ter liminar negada, Citadini vai à segunda instância para tentar tornar-se elegível

Por Meu Timão

1.2 mil visualizações 25 comentários Comunicar erro

Candidato prometeu ir até a última consequência para ter candidatura validada

Candidato prometeu ir até a última consequência para ter candidatura validada

Foto: Larissa Lima/Meu Timão

Faltando exatamente duas semanas para a eleição presidencial no Corinthians, muita coisa ainda pode mudar. Uma das principais é a elegibilidade ou não de Antonio Roque Citadini, um dos cinco postulantes ao cargo. Depois de ter liminar negada, o candidato foi à segunda instância para tentar derrubar a decisão que impugnou sua candidatura.

Nesta sexta-feira, logo após ter a liminar recusada, Citadini registrou um agravo de instrumento para reverter a situação. Além da tentativa na Justiça, o presidenciável também deu entrada, apoiado por mais de 50 assinaturas de conselheiros, em um pedido ao Conselho Deliberativo para tornar-se elegível. As informações são do UOL Esporte.

Vale lembrar que a impugnação da candidatura de Citadini aconteceu por ele ser membro do Tribunal de Contas do Estado. O cargo o coloca no nível de magistrados, que não podem assumir qualquer função administrativa no clube.

Leia também:
Só dois remanescentes: relembre a última escalação do Corinthians contra o São Caetano
'Vocês são moleques!': diferente do ano passado, Corinthians não deve promover jovens da Copinha
Justiça nega liminar e mantém candidatura de Antonio Roque Citadini impugnada

Diante desse cenário, uma das sugestões de Citadini à Justiça foi se aposentar do TCE. O juiz Luis Fernando Nardelli, porém, negou o pedido alegando que não há tempo hábil para tal atitude. Isso porque, no Corinthians, o vencedor da eleição assume posse já no dia da contagem dos votos.

Caso consiga reverter a impugnação, Antonio Roque Citadini completa a lista de cinco candidatos ao cargo mais importante do Timão. Ele disputaria com Andrés Sanchez, Felipe Ezabella, Paulo Garcia e Romeu Tuma Jr.

Veja mais em: Eleições no Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthians de Fagner sofreu terceiro revés seguido para o Cruzeiro e segue perto do Z4

    Com um a menos de novo, Corinthians perde do Cruzeiro e flerta com rebaixamento

    ver detalhes
  • Cássio foi a “boa notícia” do Corinthians em Belo Horizonte

    Cássio é eleito o melhor do Corinthians no Mineirão; dupla beira nota zero

    ver detalhes
  • Douglas foi expulso no fim do primeiro tempo e prejudicou Timão no Mineirão

    Torcida do Corinthians detona Douglas, Avelar e Jair por derrota; veja comentários

    ver detalhes
  • Timão vem patinando sob o comando do técnico Jair Ventura

    Corinthians se segura em 13º, mas pode terminar rodada a dois pontos do Z4

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes