Por que Pedrinho perdeu espaço em 2018? Especialistas do Corinthians explicam

19 mil visualizações 115 comentários

Por Meu Timão

Pedrinho em ação no jogo-treino da última terça-feira, contra o Nacional, no CT

Pedrinho em ação no jogo-treino da última terça-feira, contra o Nacional, no CT

Danilo Augusto/Meu Timão

Das seis partidas disputadas pelo Corinthians em 2018, Pedrinho atuou somente em uma (derrota por 4 a 2 para o Rangers, da Escócia). O fato de o meia-atacante de 19 anos, considerado revelação do Timão, ter perdido espaço com o técnico Fábio Carille neste começo de temporada tem rendido questionamentos de torcedores nas redes sociais. Dois especialistas do clube, então, detalharam a situação física do jogador ao portal GloboEsporte.com.

Segundo o médico Julio Stancati, Pedrinho apresentou deficiência de ferro no organismo nos primeiros dias do ano, consequência da cirurgia à qual foi submetido há cerca de cinco meses (retirada das amígdalas). Assim, voltou a ganhar atenção do departamento de fisiologia do clube a fim de impulsionar sua forma física.

“Ele apresentou valores baixos de hemoglobina, decorrente da falta de ferro, mas não há um quadro de anemia. Estamos tratando, fazendo suplementação (alimentar e vitamínica), e os níveis já estão próximos do ideal”, afirmou Stancati.

Leia também:
O menino fica! No Twitter, Corinthians descarta chance de emprestar Pedrinho
Querendo retribuir apoio, Pedrinho descarta chance de deixar o Corinthians: 'Não quero e não vou'

Por conta do procedimento cirúrgico e, consequentemente, da falta de ferro, Pedrinho perdeu peso, o que fez seu quadro físico regredir – desde que passou a integrar o plantel principal, há um ano, o meia vinha sendo submetido a trabalho especial no Timão com o objetivo de ganhar massa muscular.

Para o preparador físico Walmir Cruz, Pedrinho irá amadurecer fisicamente sem perder sua principal característica: velocidade. “O Pedrinho foi um atleta que teve um crescimento grande nessa questão de ganhar força. Não adianta a gente passar números a cada três meses, pois não vamos ter nada significativo, demora para o atleta ganhar massa e força. Ele precisa ganhar um pouco mais de massa, mas isso não significa que ele vá perder velocidade ou drible. Queremos que ele tenha um amadurecimento físico que não atrapalhe o que ele tem de melhor”, completou.

Veja mais em: Pedrinho.

Veja Mais:

  • Dyego Coelho no empate com o Atlético-MG pelo Campeonato Brasileiro Sub-20

    Coelho deixa o Corinthians e não é mais técnico do Sub-20

    ver detalhes
  • Duilio deu entrevista ao lado de José Colagrossi

    Corinthians divulga valor de novo patrocinador máster; clube renova com outras duas marcas

    ver detalhes
  • Elenco está com salário atrasado, mas já sabe quando vai receber, segundo o presidente

    Presidente do Corinthians confirma salários atrasados, mas prega cautela: 'Sabem quando vão receber'

    ver detalhes
  • Deives ficou entre os dez melhores jogadores do mundo

    Corinthians é eleito sexto melhor time de futsal do mundo; jogadores também são destaque em eleição

    ver detalhes
  • Fagner no jogo contra o Red Bull Bragantino, na Neo Química Arena, pelo Brasileirão

    Corinthians vê chance de terminar o Brasileirão no G6 cair em 5% após derrota; veja números

    ver detalhes
  • [Tomás Rosolino] Fagner sobra entre os laterais do país e merece voltar à Seleção - de olho na Copa

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: