Fagner 'esquece' Europa e se espelha em companheiros por longevidade no Corinthians

2.4 mil visualizações 42 comentários

Por Meu Timão

Fagner quer mais títulos com a camisa do Corinthians

Fagner quer mais títulos com a camisa do Corinthians

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Dono de uma enorme regularidade nas últimas cinco temporadas, Fagner é um dos mais importantes nomes do atual elenco do Corinthians. Absoluto na posição, identificado com o clube e brigando por uma vaga na Copa do Mundo, o lateral já não pensa em voltar à Europa. Prova disso foi a renovação de contrato recente, que vai até o fim de 2021.

"Acredito que conforme vai passando os anos, você vai ficando mais velho, acho que um monte de coisas começam a influenciar para você tomar suas decisões. Estou muito bem aqui, minha família é daqui", afirmou, em entrevista ao Lance!.

"Hoje, sinceramente, só se fosse alguma coisa muito absurda em termos de clube, carreira ou que mexesse com um desafio muito grande. Mas não é meu primeiro objetivo, estou muito feliz aqui, renovei meu contrato", completou.

Leia também:
Corinthians põe fim à sequência ruim e conquista primeira vitória no returno da Superliga
Esquenta pré-Carnaval: líder Corinthians 'cai na avenida' contra o Santo André; saiba tudo do jogo
Carille admite sondagens por Maycon e Marquinhos Gabriel

Com a intenção de seguir conquistando títulos e colocar ainda mais seu nome da história do clube, Fagner se espelha em exemplos do próprio Corinthians. Cada vez mais rara no futebol, a longevidade vestindo uma camisa é seu principal objetivo.

"Conquistar títulos aqui, fazer história no clube. Hoje o futebol é dinâmico, então é muito difícil ficar muito tempo em um clube. Hoje o Corinthians tem os exemplos do Danilo e do Cássio, e posso escrever minha história mais ou menos parecida. Estou indo para o quinto ano, agora é conquistar mais títulos para deixar meu nome marcado no clube", disse.

"Eu tenho uma ligação muito grande com o clube, estou aqui desde os nove anos, fiquei um tempo fora e já estou há cinco depois que voltei. Fiquei oito anos na base. Tenho muita identificação, mas isso (ser ídolo ou não) vem muito do torcedor, o jeito que ele te trata. E eu fico feliz pelo carinho que recebo, é um reconhecimento de tudo que represento dentro de campo", finalizou.

Veja mais em: Fagner.

Veja Mais:

  • Cauê vinha sendo muito pedido pela torcida do Corinthians

    Corinthians confirma duas promessas na lista de relacionados para jogo contra o Internacional

    ver detalhes
  • Ao lado de Alessandro, Roberto Andrade voltou à diretoria do Corinthians em 2021; diretor ironizou proposta por Vital

    Diretor do Corinthians diz que proposta por Vital 'nem devia ter vindo' e explica situação de Walter

    ver detalhes
  • Lateral Fagner não viaja com o Corinthians para Porto Alegre nesta quarta-feira; defensor está fora do duelo contra o Internacional

    Corinthians confirma ausência de Fagner em último compromisso da equipe no Brasileirão 2020

    ver detalhes
  • Luidy foi contratado em janeiro de 2017, assinou contrato de quatro anos, treinou alguns dias no CT e foi emprestado para cinco clubes; atacante nunca atuou pelo Corinthians

    Corinthians é acionado na Justiça por Luidy, atacante que nunca jogou e custou R$ 4 milhões ao clube

    ver detalhes
  • Piton e Xavier foram os mais utilizados pelo Corinthians na temporada

    Corinthians só usou sete nomes da base na temporada e apenas três passaram de dez jogos; veja raio-x

    ver detalhes
  • River no caminho, gordinho brigão e desabafo de Fagner: as tretas do Corinthians na Sul-Americana

    VÍDEO: River no caminho, gordinho brigão e desabafo de Fagner: as tretas do Corinthians na Sul-Americana

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x