Pressão não assusta Carille, que projeta Dérbi equilibrado na Arena: 'Que vença o melhor'

Pressão não assusta Carille, que projeta Dérbi equilibrado na Arena: 'Que vença o melhor'

Por Thaina Barros e Rodrigo Vessoni

2.0 mil visualizações 85 comentários Comunicar erro

O Corinthians de Fábio Carille empatou contra o Red Bull Brasil por 1 a 1

O Corinthians de Fábio Carille empatou contra o Red Bull Brasil por 1 a 1

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

No último duelo pelo Campeonato Paulista antes do clássico contra o Palmeiras, o Corinthians acabou empatando por 1 a 1 diante do Red Bull Brasil. O resultado conquistado nesta segunda-feira, em Campinas, não encerrou a sequência sem vitórias da equipe, que entrou em campo após duas derrotas - conta São Bento e Santo André. Ainda assim, o técnico Fábio Carille afastou uma pressão a mais no Dérbi, que acontece neste sábado, na Arena em Itaquera.

"Muito se fala 'se ganhar, acende' Se não ganhar, 'acende adversário'. Muito se falou no 3 a 2 (pelo Campeonato Brasileiro de 2017), em casa, que 'a torcida empurrou o time', mas se perde 'foi pressão'. Até nós mesmo muitas vezes comentamos muito em cima de resultado. É um jogo grande, jogo gostoso de se trabalhar e espero que tenha um grande jogo, sem confusão sem nada, e que vença o melhor", afirmou o treinador do Corinthians.

O desempenho do Timão contra o Red Bull Brasil, contudo, passou longe da aprovação de Carille. O duelo foi marcado por de dois gols contra, um para cada equipe. Tiago Alves marcou para o Timão, enquanto o lateral-esquerdo Juninho Capixaba assinalou para o adversário. Além disso, o alto índice de faltas também chamaram atenção: foram 31 lances faltosos.

Leia também:
Carille explica novo esquema tático do Corinthians e aponta alternativas no elenco
'Salva' de tropeço, dupla corinthiana empata na escolha do craque da partida
História de Sócrates é celebrada em lançamento de autobiografia nesta segunda-feira

Admitindo que os últimos resultados não devem ser levados com naturalidade, o treinador alvinegro garantiu que irá aplicar mudanças na equipe. "Claro que incomoda (a derrota), mas tenho que conversar com meus auxiliares. Estamos buscando um time, uma formação. O bom é que o Campeonato Paulista nos dá essa chance de acertar a pegada para mais pra frente", completou.

O Corinthians segue líder isolado do Grupo A do Paulistão, com 13 pontos somados - quatro vitórias, três derrotas e um empate até o momento. O segundo colocado Bragantino soma nove pontos na tabela. A equipe alvinegra volta a campo no clássico contra o Palmeiras neste sábado, às 17h (de Brasília), na Arena em Itaquera. O duelo é válido pela nona rodada do estadual.

Veja mais em: Fábio Carille, Dérbi e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Corinthians vem de derrota para o Santos na última partida disputada pelo Brasileirão

    Corinthians é ultrapassado, vê Z4 embolar e fica a cinco pontos da vice-lanterna; veja classificação

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians terá duas opções para assistir ao jogo contra o Vitória

    Dois canais de TV transmitem jogo entre Corinthians e Vitória neste domingo

    ver detalhes
  • Adriana marcou gol da vitória do Corinthians na primeira final do Brasileirão Feminino

    Corinthians vence final fora de casa e fica a um empate de título inédito do Brasileiro Feminino

    ver detalhes
  • Corinthians realizou treinamento com portões fechados para a imprensa neste sábado

    Escalação segue indefinida, e Corinthians tem 22 relacionados para jogo contra Vitória

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes