Pressão não assusta Carille, que projeta Dérbi equilibrado na Arena: 'Que vença o melhor'

Pressão não assusta Carille, que projeta Dérbi equilibrado na Arena: 'Que vença o melhor'

Por Thaina Barros e Rodrigo Vessoni

2.0 mil visualizações 85 comentários Comunicar erro

O Corinthians de Fábio Carille empatou contra o Red Bull Brasil por 1 a 1

O Corinthians de Fábio Carille empatou contra o Red Bull Brasil por 1 a 1

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

No último duelo pelo Campeonato Paulista antes do clássico contra o Palmeiras, o Corinthians acabou empatando por 1 a 1 diante do Red Bull Brasil. O resultado conquistado nesta segunda-feira, em Campinas, não encerrou a sequência sem vitórias da equipe, que entrou em campo após duas derrotas - conta São Bento e Santo André. Ainda assim, o técnico Fábio Carille afastou uma pressão a mais no Dérbi, que acontece neste sábado, na Arena em Itaquera.

"Muito se fala 'se ganhar, acende' Se não ganhar, 'acende adversário'. Muito se falou no 3 a 2 (pelo Campeonato Brasileiro de 2017), em casa, que 'a torcida empurrou o time', mas se perde 'foi pressão'. Até nós mesmo muitas vezes comentamos muito em cima de resultado. É um jogo grande, jogo gostoso de se trabalhar e espero que tenha um grande jogo, sem confusão sem nada, e que vença o melhor", afirmou o treinador do Corinthians.

O desempenho do Timão contra o Red Bull Brasil, contudo, passou longe da aprovação de Carille. O duelo foi marcado por de dois gols contra, um para cada equipe. Tiago Alves marcou para o Timão, enquanto o lateral-esquerdo Juninho Capixaba assinalou para o adversário. Além disso, o alto índice de faltas também chamaram atenção: foram 31 lances faltosos.

Leia também:
Carille explica novo esquema tático do Corinthians e aponta alternativas no elenco
'Salva' de tropeço, dupla corinthiana empata na escolha do craque da partida
História de Sócrates é celebrada em lançamento de autobiografia nesta segunda-feira

Admitindo que os últimos resultados não devem ser levados com naturalidade, o treinador alvinegro garantiu que irá aplicar mudanças na equipe. "Claro que incomoda (a derrota), mas tenho que conversar com meus auxiliares. Estamos buscando um time, uma formação. O bom é que o Campeonato Paulista nos dá essa chance de acertar a pegada para mais pra frente", completou.

O Corinthians segue líder isolado do Grupo A do Paulistão, com 13 pontos somados - quatro vitórias, três derrotas e um empate até o momento. O segundo colocado Bragantino soma nove pontos na tabela. A equipe alvinegra volta a campo no clássico contra o Palmeiras neste sábado, às 17h (de Brasília), na Arena em Itaquera. O duelo é válido pela nona rodada do estadual.

Veja mais em: Fábio Carille, Dérbi e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Elenco do Corinthians reunido após vitória contra a Chapecoense

    Jogadores postam foto de elenco reunido e ressaltam 'força do grupo' do Corinthians

    ver detalhes
  • Atletas celebram com Jadson golaço do meia em Chapecó

    Jadson brilha, e Clayson volta a decepcionar: as notas da vitória do Corinthians

    ver detalhes
  • Jordan Souza deve ser um dos titulares de Barroca nesta quinta-feira

    Depois de virada incrível, Corinthians volta a encarar Palmeiras no Sub-20

    ver detalhes
  • Cássio não levou gol em nenhum dos jogos das quartas de final da Copa do Brasil

    Cássio sugere Flamengo favorito, mas aponta diferencial do Corinthians para semi da Copa do Brasil

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes