Carioca, novo zagueiro do Corinthians dá show de simpatia em coletiva

Carioca, novo zagueiro do Corinthians dá show de simpatia em coletiva

6.6 mil visualizações 53 comentários Comunicar erro

'Resenha', Marllon concedeu sua primeira entrevista à imprensa

'Resenha', Marllon concedeu sua primeira entrevista à imprensa

Foto: Vinícius Souza/Meu Timão

Com trejeitos de um carioca “raiz”, o zagueiro Marllon, de 25 anos, foi apresentado como reforço pelo Corinthians nesta quinta-feira, no CT Joaquim Grava. E o defensor, nascido no Rio de Janeiro, esbanjou simpatia e bom humor logo em sua primeira entrevista coletiva como atleta do Timão.

Sem esconder o sorriso pela maior oportunidade na carreira, Marllon brincou até com a lotação da sala de imprensa do CT alvinegro. Ele chega ao clube do Parque São Jorge depois de se destacar com a camisa da Ponte Preta.

“Por isso eu até brinquei, fazia tempo que eu não via tanta gente assim da imprensa, hoje está tipo a torcida corinthiana (risos)”, disse o zagueiro, que assinou por quatro temporadas, até 2021, custará cerca de R$ 1 milhão ao Corinthians.

Leia também:
Torcida do Corinthians pede, e Matheus se põe à disposição para Dérbi: 'Jogaria tranquilamente'
Corinthians apresenta dupla de reforços no CT e chega a nove contratações para 2018

Entre um largo sorriso e outro, o novo reforço não escondeu a ansiedade pela estreia. “Bastante ansioso, eu venho de três temporadas jogando bastante. Sei que minha hora vai chegar, vou trabalhar com calma, vou fazer meu trabalho para quando surgir a oportunidade, aproveitar”, projetou o beque.

Marllon conversou com os jornalistas ao lado de Matheus Matias, também apresentado nesta quinta. Até pela timidez do jovem atacante, fez brincadeiras com o novo companheiro de equipe, mas também soube falar sério quando necessário. Ao ser questionado se “estava mais para Balbuena ou Pablo”, titulares do time heptacampeão brasileiro, o jogador foi sincero:

“Difícil até falar isso, os dois são grandes jogadores. Balbuena, pelo pouco tempo que estou aqui, já dá pra ver que é um ídolo, dentro e fora de campo. São dois grandes jogadores, não tem como falar se sou Balbuena ou Pablo. Espero que o Balbuena fique pra dar alegrias à torcida corinthiana”, afirmou.

“Nosso grupo é bastante qualificado, independente de zagueiro, lateral, creio que vai ser uma briga sadia. Vou respeitar meus companheiros e estarei preparado para dar meu melhor. Graças a Deus ocorreu tudo bem e agora estou aqui”, concluiu.

Bucha? Só pra quem precisa fazer gol!

Marllon e Matheus se depararam com a seguinte pergunta feita por um jornalista: quem tinha a maior “bucha” ao chegar ao Timão. Antes de cair na risada, o defensor jogou a “responsabilidade” para o garoto ao lado.

“Fazer gol é mais difícil, né cara? Acho que o Matheus vai ficar um pouco mais apertado (risos). O Matheus tem de fazer uns golzinhos, então acho que é mais pra ele (risos)”, opinou Marllon, antes de ser complementado. “Acho também”, limitou-se Matheus.

Dupla de reforços recebeu camisa oficial antes de falar com os jornalistas

Dupla de reforços recebeu camisa oficial antes de falar com os jornalistas

Vinícius Souza/Meu Timão

Veja mais em: Marllon, Matheus Matias e Contratações do Corinthians.

Veja Mais:

  • Jair Ventura conduziu treino aberto do Timão na Arena pré-final da Copa do Brasil

    Em treino na Arena, Jair preserva zagueiro e não indica escalação do Corinthians para final

    ver detalhes
  • Recepção da torcida no treino aberto na Arena Corinthians

    VÍDEO: Recepção da torcida no treino aberto na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Arena Corinthians ganhará 'cara' de Copa do Brasil nesta quarta-feira

    Arena Corinthians será envelopada 'à la Champions League' para final da Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Defederico somou três gols em 40 jogos pelo Corinthians

    Matías Defederico troca foto de perfil e 'agita' torcida do Corinthians nas redes sociais

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes