Bom e barato, Henrique já empolga e ajuda Corinthians a apagar frustração por 'novela Pablo'

Bom e barato, Henrique já empolga e ajuda Corinthians a apagar frustração por 'novela Pablo'

6.3 mil visualizações 101 comentários Comunicar erro

Nesse domingo, Henrique marcou seu primeiro gol com a camisa do Corinthians

Nesse domingo, Henrique marcou seu primeiro gol com a camisa do Corinthians

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Torcida, diretoria, comissão técnica e até o restante dos jogadores: todos no Corinthians parecem nem se lembrar mais da arrastada novela que se tornou a negociação frustrada pela permanência de Pablo. E isso se deve ao ótimo início de Henrique no clube - além da segurança defensiva já rotineira, o beque marcou seu primeiro gol pelo Timão no domingo.

Nas redes sociais e até mesmo no quadro "notas da torcida" aqui do Meu Timão, a Fiel enaltece jogo após jogo as boas atuações de Henrique - recebeu nota 8,7 nesse domingo, superando até a média de Balbuena quando foi eleito pela última vez "funcionário do mês".

Diante dos microfones, os dirigentes não têm mais de lidar com quaisquer questionamentos relacionadas a Pablo - ao contrário do que acontece quando o assunto é Jô, que também deixou o clube após o heptabrasileiro mas ainda não foi substituído à altura.

Internamente, a comissão técnica e os próprios colegas de elenco já veem o novo camisa 3 como titular absoluto ao lado do também "xerife" Balbuena - na vitória sobre o Botafogo-SP, Henrique pela primeira vez assumiu a liderança da zaga, ao lado do jovem Pedro Henrique.

E a empolgação com Henrique passados três meses da saída de Pablo do clube tem ainda um motivo que vai além das boas atuações do atual camisa 3: o Corinthians gastou muito menos para contratá-lo do que desembolsaria pela permanência do defensor que estava emprestado pelo Bordeaux.

Com Henrique, foi necessário apenas negociar o pagamento de luvas e os valores salariais. Não houve gasto com direitos econômicos, já que o atleta fora dispensado do Fluminense.

Já com Pablo, o Corinthians sofria não apenas com as pedidas do zagueiro e de seu empresário como também com a necessidade de pagar 3 milhões de euros (R$ 12 milhões na cotação atual) ao Bordeaux para comprá-lo em definitivo.

É claro: para apagar de vez quaisquer resquícios de frustração pela saída de Pablo, campeão paulista e brasileiro em 2017, Henrique tem também de conquistar títulos no clube. E a julgar pelos animadores começos do Timão no Paulistão e na Libertadores de 2018, o novo xerife tem tudo para protagonizar capítulos ainda mais empolgantes desta nova novela - essa sim um sucesso de audiência entre os corinthianos!

Veja mais em: Henrique, Pablo e Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Ramiro possui contrato com Grêmio até 2021; Timão contatou pai do atleta

    Corinthians consulta pai de Ramiro, do Grêmio, e mostra interesse no meia

    ver detalhes
  • Reunião do Conselho do Corinthians aconteceu no Parque São Jorge

    Conselho do Corinthians se reúne e aprova previsão orçamentária de 2019; Rosenberg causa irritação

    ver detalhes
  • Corinthians e São Paulo se enfrentaram pelas quartas de final da Copa RS

    Corinthians é derrotado pelo São Paulo nos pênaltis e dá adeus à Copa RS de 2018

    ver detalhes
  • CT da Base já está sendo utilizado pelas equipes sub-15, sub-17 e sub-20; gramados estão prontos

    Corinthians define duas etapas de finalização das obras do CT da base; orçamento é de R$ 25 milhões

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes