Maduro, Gabriel admite partida atípica do Corinthians: 'Podemos melhorar e muito'

Maduro, Gabriel admite partida atípica do Corinthians: 'Podemos melhorar e muito'

Por Rafaela De Oliveira e Larissa Lima

1.9 mil visualizações 58 comentários Comunicar erro

Volante conversou com a imprensa na zona mista do Pacaembu, pós-tropeço alvinegro

Volante conversou com a imprensa na zona mista do Pacaembu, pós-tropeço alvinegro

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Não foi só a torcida que ficou na bronca com a atuação atípica do Corinthians frente ao Bragantino no início da noite deste domingo. O volante Gabriel, titular absoluto do Timão, admitiu que a equipe alvinegra precisa melhorar caso queira avançar à semifinal do Campeonato Paulista.

Neste domingo, os comandados do técnico Fábio Carille tropeçaram e acabaram batidos por 3 a 2 no duelo de ida das quartas de final do torneio estadual, disputado no estádio do Pacaembu. Em tom de maturidade, o defensor analisou o cenário.

"Hoje não foi uma partida boa da nossa parte. Sabemos que podemos melhorar e muito, até porque já mostramos isso. O jogo de hoje, teoricamente, não foi o que o Corinthians vem jogando nos últimos jogos, mas faz parte", disse.

As bolas paradas, arma que o time de Bragança Paulista lançou mão para conquistar o triunfo diante dos corinthianos, também foi comentada por Gabriel. O camisa 5, inclusive, mostrou ter estudado o adversário antes da bola rolar.

Leia também: 'Deixa o menino jogar': torcida do Corinthians repercute atuação de Pedrinho e fala até em Seleção

"É um ponto forte do Bragantino. De nove gols que eles fizeram no Campeonato, seis foram de bola parada, alguma coisa assim. Eles têm essa característica muito forte. Vieram jogando para buscar essa bola e acharam."

Sem tempo para lamentar e já pensando na semana de treinamentos, que começa na manhã desta segunda-feira, Gabriel contou o que o Corinthians deve esperar do Bragantino no duelo de volta, na quinta-feira, às 20h, na Arena de Itaquera.

"O Bragantino fechado, jogando por uma bola, tentando sair no contra-ataque. Espelhando a marcação como fizeram hoje, jogo duro. Mas na nossa casa, com a nossa torcida, novamente, que hoje nos apoiou, nossa força é muito grande e vamos fazer um grande jogo. Precisamos fazer um jogo melhor do que o de hoje para passar de fase", assegurou.

"Não era o nosso dia. Agora é descansar, estudar um pouquinho mais o Bragantino para na quinta-feira, dentro da nossa casa, com o apoio da nossa torcida, tentar classificar, que é nosso objetivo", encerrou.

Veja mais em: Gabriel e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Clayson, assim como Felipe Melo, foi punido pelo TJD nesta segunda-feira

    Corinthiano Clayson leva gancho de quatro jogos por confusão com Felipe Melo, do Palmeiras

    ver detalhes
  • Juiz voltou atrás após marcar pênalti de Ralf, que tocou só bola

    Tribunal arquiva inquérito que apurava possível interferência externa em Corinthians x Palmeiras

    ver detalhes
  • Lateral-esquerdo Carlos foi convocado para a Seleção Brasileira Sub-20

    Lateral do Corinthians é convocado para treinos com a Seleção Brasileira Sub-20

    ver detalhes
  • O atacante Emerson Sheik voltou a campo no CT Joaquim Grava nesta segunda-feira

    Com retorno de Sheik, Corinthians se reapresenta no CT após goleada no Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes