Gabriel cobra Corinthians mais agressivo na Arena, mas pontua: 'Não adianta sair que nem louco'

Gabriel cobra Corinthians mais agressivo na Arena, mas pontua: 'Não adianta sair que nem louco'

Por Andrew Sousa e Lucas Faraldo

1.3 mil visualizações 35 comentários Comunicar erro

Gabriel quer que Corinthians se imponha na Arena

Gabriel quer que Corinthians se imponha na Arena

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Com a derrota por 3 a 2, o Corinthians saiu atrás do Bragantino na briga por uma vaga nas semifinais do Paulistão. A necessidade da virada pressiona os comandados de Carille para o jogo de volta, nesta quinta-feira, às 20h. Na Arena, a equipe alvinegra terá de dosar muito bem a agressividade e a paciência. É assim que pensa o volante Gabriel.

"Muda o caráter do jogo. Sabemos que temos de ser agressivos para fazer o gol, buscar mais de um gol de diferença. Do outro lado tem uma equipe qualificada também, com méritos. Mas sabemos que nossa força terá de ser maior nesse momento, nossa inteligência no campo também: não adianta sair que nem louco tentando fazer dois, três gols", afirmou, em coletiva concedida após o treino desta terça.

"Temos de ter paciência, mas não lentidão com a bola nos pés. Precisamos ser dinâmicos, torcida tem de estar do nosso lado como sempre esteve. A pressão principalmente ali diante do adversário é muito grande. Temos de impor nosso ritmo de jogo", completou.

Leia também:
Titulares no futmesa, Sheik e Jadson ausentes e Cássio de volta: o treino do Corinthians desta terça
Corinthiano Gabriel nega rótulo dado ao Palmeiras: 'Somos atuais campeões paulista e brasileiro'

Mesmo querendo uma mudança de postura, Gabriel imagina que o caminho não é uma alteração drástica no que a equipe vinha fazendo em 2018. Para o volante, o rendimento baixo foi uma situação isolada e o trabalho agora tem de ser a retomada do desempenho alvinegro antes do primeiro confronto contra o Bragantino.

"Precisamos jogar melhor do que no último jogo, mas não diferente do que vínhamos fazendo no restante do ano. O Corinthians vinha jogando bem, fazendo um grande campeonato. Não estávamos no nosso dia no primeiro jogo das quartas, isso faz parte", analisou.

"É mudar o que fizemos no primeiro jogo. Temos um ar de inspiração e ânimo muito grande porque sabemos que dentro da nossa casa, com o apoio da nossa torcida, temos total condição de enfrentar o Bragantino", concluiu.

A preparação do Corinthians para o jogo decisivo continua. Na tarde desta quarta-feira, a equipe volta a treinar no CT Joaquim Grava. A atividade, última antes do confronto de quinta, deve servir para Fábio Carille definir a escalação alvinegra para o duelo decisivo na Arena.

Veja mais em: Gabriel e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Jair passa orientação a Thiaguinho, novo segundo volante titular do Timão

    Jair pode repetir Corinthians para duelo com Atlético-PR; veja única dúvida na escalação

    ver detalhes
  • Carlos Augusto, que está na Seleção Brasileira Sub-20, embarca de Goiânia; Vital e os demais viajam para Curitiba saindo de São Paulo

    Com Carlos Augusto, Corinthians relaciona 23 jogadores para enfrentar o Atlético-PR

    ver detalhes
  • Corinthians caiu nas oitavas de final da Sul-Americana 2017, para o Racing (ARG)

    Menos tenso, Corinthians busca a Sul-Americana 2019; seis motivos mostram importância do torneio

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez e Matias Ávila participaram do Papo Reto desta terça-feira

    Déficit do Corinthians sobe para R$ 26 milhões, mas diretoria comemora ao comparar com 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes