Cássio fala do São Paulo e da 'decidinha com chuva de latas e pedras' na entrada do Morumbi

Cássio fala do São Paulo e da 'decidinha com chuva de latas e pedras' na entrada do Morumbi

21 mil visualizações 115 comentários Comunicar erro

Cássio deve estar em campo para mais um Majestoso neste domingo

Cássio deve estar em campo para mais um Majestoso neste domingo

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Cássio é um dos jogadores mais experientes do Corinthians e um dos que mais atuaram em clássicos pelo clube nos últimos anos. O goleiro, inclusive, demonstra conhecimento até mesmo da parte ruim da rivalidade entre os grandes paulistas. No caso do São Paulo, adversário na semifinal do Paulistão, a chegada ao estádio do Morumbi.

Questionado pela reportagem do Meu Timão sobre a tradicional hostilidade na chegada ao estádio do rival tricolor, o camisa 12 afirmou já estar preparado para um novo capítulo neste domingo à tarde.

"Normal lá, né? Aquela decidinha sempre dá umas latas, umas pedradas, não sei como é a chegada aqui. Em vários estádios isso acontece, sempre rola essas pedradas e tal, tem de fechar as janelas. Tomara que não dê briga, que ninguém se machuque, mas isso fica do lado de fora, as coisas precisam ser decididas em campo", avisou.

Para o goleiro, o Corinthians poderia ter a vantagem de dois empates diante do São Paulo, já que chegou nesta atual fase do Estadual com mais pontos.

"Era pior quando era um jogo só, se você vê estou falando de uma coisa boa para nós, mas todas as equipes aceitaram o regulamento. A vantagem, no caso, será a de decidir com a nossa torcida", lamentou o goleiro.

Cássio gostou da postura da equipe diante do Bragantino. O goleiro corinthiano previu ainda mais dificuldade no duelo com o rival, ainda mais com o primeiro jogo sendo fora de casa.

"Temos uma semifinal bem difícil. Nós vínhamos bem, mas acabamos tomando três gols na primeira partida, que não é normal tomar. Conseguimos retomar a tranquilidade e organização. Fez diferença, não demos chances para o adversário. É bom para dar moral", afirmou o arqueiro, que completou:

"A gente tem de manter uma regularidade nos jogos. Não pode fazer uma partida abaixo e outra muito boa, porque na que jogou abaixo a gente pode não conseguir o resultado que quer", finalizou.

Veja mais em: Cássio, Majestoso e Violência no futebol.

Veja Mais:

  • Resta apenas o acerto dos jogadores com seus novos clubes para selar o negócio

    Corinthians e Atlético-MG se acertam por troca de atacantes; jogadores aceitam conversar

    ver detalhes
  • Uendel pode acertar retorno para o Corinthians em breve

    Empresário confirma que Corinthians deve acertar retorno de Uendel em janeiro

    ver detalhes
  • Ramiro assinou com o Corinthians nesta quinta-feira e é o quinto reforço para 2019

    Novo reforço do Corinthians, Ramiro se aproxima de Jadson e Luan em estatísticas do Brasileirão

    ver detalhes
  • Corinthians jogou boa parte da temporada sem estampa no espaço principal do uniforme

    Otimismo do Corinthians com patrocínio contrasta com fracasso inédito desde era Kalunga

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes