Antes de nova chance, Pedro Henrique admite que esperava ser titular do Corinthians em 2018

Antes de nova chance, Pedro Henrique admite que esperava ser titular do Corinthians em 2018

Por Meu Timão

10 mil visualizações 102 comentários Comunicar erro

Pedro Henrique perdeu a posição de titular para Henrique

Pedro Henrique perdeu a posição de titular para Henrique

Foto: Thainá Barros/ Meu Timão

Mesmo sem escalação confirmada, é fato que o Corinthians vai ter novidades para o Majestoso deste domingo, às 16h. Com Balbuena defendendo a seleção paraguaia, a tendência é que Pedro Henrique inicie a partida entre os titulares. Apesar de ter ressaltado sua felicidade com a chance, o zagueiro não queria que a temporada fosse assim. Após a saída de Pablo, o camisa 34 imaginou que se firmaria na equipe de Carille.

"Eu esperava ser titular, comecei o ano assim, mas, infelizmente, as coisas não são como a gente imagina. Continuei trabalhando, me dedicando nos treinamentos, chegando antes e saindo depois, fazendo treinos complementares. Agora é aproveitar essa nova oportunidade e, quem sabe, fazer um grande jogo e deixar essa dúvida na cabeça do professor", lamentou o zagueiro, em entrevista ao GloboEsporte.com.

"Eu me considero pronto, mas, infelizmente, o futebol traz coisas que não esperamos. É continuar trabalhando, como o professor falou, sem desanimar. Tenho muito a crescer. Vou continuar quietinho, tenho certeza de que Deus vai abrir portas lá na frente", completou.

Leia também:
Provável substituto de Balbuena no Corinthians comemora chance contra São Paulo: 'Muito feliz'
Pedro Henrique comemora renovação com o Corinthians: 'Não tive que pensar muito'

Pronto para fazer dupla de zaga com Henrique no Majestoso, Pedro Henrique lembra quando ficou sabendo que voltaria ao banco de reservas. Depois de seis jogos iniciando entre os titulares, Carille comunicou o zagueiro de sua nova opção.

"Depois do jogo contra o Santo André, a gente teve uma folga e, quando voltamos, ele me chamou na sala dele e falou que iria iniciar o jogo com o Henrique. Ele foi bem aberto, falou para eu não desanimar, continuar trabalhando, que as coisas dariam certo lá na frente. Foi o que eu fiz. A gente fica triste no começo, qualquer jogador ficaria por perder a vaga. Mas é com trabalho que a gente conquista as coisas", relembrou.

"Eu já imaginava, pela bagagem que o Henrique tem. Fiquei chateado no começo, mas entendo", concluiu.

Formado nas categorias de base do Timão, Pedro Henrique deve ter um longo período para buscar seu espaço. Nessa semana, o zagueiro de 22 anos renovou seu contrato com o clube. Agora, ele tem vínculo com o Corinthians até dezembro de 2022.

Veja mais em: Pedro Henrique.

Veja Mais:

  • Corinthians foi da água ao vinho: campeão em 2017 e candidato ao rebaixamento em 2018

    Corinthians luta contra reviravolta jamais vista no Brasil e raríssima no futebol mundial

    ver detalhes
  • Jadson é o artilheiro do elenco em 2018, com 15 gols; é o que mais fez com Jair Ventura

    Jadson se torna artilheiro da era Jair Ventura; meia participou de 12 dos últimos 20 gols do Timão

    ver detalhes
  • Roger entrou aos 13 minutos do segundo tempo e conseguiu fazer um dos gols do Timão em Salvador

    Roger é o atacante do Corinthians que precisa de menos tempo em campo para fazer um gol

    ver detalhes
  • Duelo ganhou ares dramáticos com prorrogação, mas terminou em alívio e comemoração dos corinthianos

    Em jogo dramático, pivô faz três, Corinthians segura empate na prorrogação e vai às quartas da LNF

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes