Presidente do Corinthians cogita processar Roger, do Cruzeiro

Presidente do Corinthians cogita processar Roger, do Cruzeiro

O presidente do Corinthians, Andres Sanchez, afirmou que pretende processar o meio-campista Roger, do Cruzeiro. No último sábado, após a equipe mineira perder para o adversário por 1 a 0, o jogador declarou que sabia "como era o esquema" por ter sido campeão brasileiro em 2005 pelo time de Parque São Jorge.

"Nesta terça-feira eu vou conversar com os advogados do clube e saber quais são as medidas possíveis para que o Roger se explique na Justiça sobre o que disse", disse o presidente corintiano, por meio da assessoria de imprensa.

No sábado, Roger havia declarado que "joguei no Corinthians em 2005 e sei como as coisas funcionam por lá", afirmou o meia inconformado com o pênalti marcado pelo árbitro Sandro Meira Ricci em cima do atacante Ronaldo, aos 43min do segundo tempo. O camisa 9 cobrou a penalidade e marcou o único gol da partida.

Roger foi campeão brasileiro pelo Corinthians em 2005, quando a competição ficou marcada pela Máfia do Apito, que fraudou 11 jogos do torneio. A Máfia do Apito combinava resultados de jogos com o árbitro Edilson Pereira de Carvalho e depois lucrava com apostas na internet. Os 11 jogos fraudados no Nacional-05 foram disputados novamente.

Fonte: Folha

Enviado por: will2s

Veja Mais:

  • Jadson deve reestrear pelo Corinthians apenas na próxima quarta-feira

    Corinthians divulga lista de relacionados para pegar Mirassol sem nenhum meia

    ver detalhes
  • Fagner e Rodriguinho serão dois dos poupados diante do Mirassol

    Carille muda esquema tático, poupa quarteto e esboça escalação do Corinthians contra Mirassol

    ver detalhes
  • Romero pode seguir como titular mesmo com GIovanni à disposição

    Em votação esmagadora, Fiel opta por Romero a Giovanni Augusto no meio do Corinthians

    ver detalhes
  • Jogadores usaram máscaras em brincadeira do Corinthians

    Em clima de Carnaval, Corinthians provoca e dá máscaras para Gabriel e Maycon

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes