Roberto Carlos vai pedir para deixar o Corinthians em reunião nesta sexta

Roberto Carlos vai pedir para deixar o Corinthians em reunião nesta sexta

Por Meu Timão

O lateral esquerdo Roberto Carlos está mesmo disposto a sair do Corinthians. Chateado com as perseguições que diz sofrer de parte da torcida e da imprensa especializada, o pentacampeão mundial com a seleção brasileira quer voltar a jogar na Europa.

Segundo apurou o UOL Esporte com fontes ligadas ao Corinthians, Roberto Carlos se reunirá com seu empresário Fabiano Farah e o presidente Andrés Sanchez no final da tarde desta sexta-feira para negociar uma rescisão amigável de contrato.

Mas a saída do jogador ainda não pode ser considerada um fato consumado, pois Roberto goza de um relacionamento muito bom com Andrés e pode ser convencido pelo mandatário corintiano a permanecer no clube por mais tempo.

Segundo a fonte ouvida pela reportagem, que pediu para não ter o nome revelado, o jogador está decidido a deixar o Corinthians e ficou magoado com a situação vivida nos últimos dias, desde a eliminação na Libertadores. Tudo, porém, depende da conversa com Andrés.

Apontado como um dos culpados por não estar em campo na partida que culminou na eliminação do Corinthians para o Tolima na Pré-Libertadores (alegou não estar em condições de jogo), Roberto Carlos se queixou para a diretoria corintiana das ameaças que tem recebido da facção organizada Gaviões da Fiel. "Tenho família, quero tranquilidade", reclamou para o Blog do Quesada.

"Conversamos com ele ontem [quarta-feira]. Realmente tem essa preocupação em razão do ocorrido, dos atos de vandalismo. Ele falou que recebeu alguns telefonemas, ameaças. Está preocupado em continuar aqui", admitiu Duilio Monteiro, diretor adjunto de futebol, em entrevista coletiva nesta quinta.

Dois clubes de fora do país foram apontados como prováveis destinos de Roberto Carlos: o Los Angeles Galaxy, dos Estados Unidos, e o Anzhi Makhachkala, da Rússia. O Blog do Perrone inclusive chegou a divulgar o valor da vultuosa oferta feita pelos russos: 7 milhões de euros ( por volta de R$ 15,1 mi) por ano.

A reportagem do UOL apurou que o jogador quer mesmo retornar aos grandes centros europeus, pois permanecerá nos holofotes e com um fator principal: com a sua família em segurança, algo que Roberto Carlos acha que não terá mais no Brasil depois das perseguições que diz ter sofrido.

Caso a saída do lateral seja mesmo sacramentada nesta sexta-feira, Roberto Carlos divulgará uma carta aberta aos torcedores para explicar os motivos de ter deixado o Corinthians.

Fonte: UOL

Veja Mais:

  • Guilherme Arana foi titular no último domingo, contra o Grêmio

    No embarque à Colômbia, Arana confirma 'mistão do Corinthians' e diz que será reserva

    ver detalhes
  • Publicação do Palmeiras sem o Corinthians como líder na ilustração

    Palmeiras exclui Corinthians em postagem sobre classificação do Brasileiro e vira piada na internet

    ver detalhes
  • Jadson e Jô ficam no Brasil e não viajam com o elenco

    Sem três titulares, Corinthians divulga relacionados para viagem à Colômbia

    ver detalhes
  • Rodrigo Figueiredo foi inscrito pelo Corinthians na Copa Sul-Americana

    Corinthians troca meia emprestado por jovem da base e atualiza lista da Sul-Americana

    ver detalhes

A saída do Roberto Carlos será ruim para o Corinthians?

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes