Líder? Até quando mesmo?

Líder? Até quando mesmo?

Até quando mesmo?

Até quando o Corinthians poderá contar com os tropeços dos seus Adversários diretos para manter-se líder de um campeonato longo e bastante disputado como esse Brasileirão? É preciso ter sorte? Sim, claro! Mas é preciso ter muito mais do que isso. É preciso ter garra, vontade, coração para entrar em campo e jogar de verdade.

A liderança dentro do Corinthians está fraca. Começa pelo técnico na beira do gramado, passa pelo capitão Chicão, que ainda não conseguiu ser o Líder que o Willian foi, Alessandro, Danilo e Jorge Henrique. Porque estes jogadores? São os mais velhos do elenco e em minha opinião aqueles que merecem receber um tranco. Esquentar o banco de reservas costuma funcionar. Mostrar que ninguém é insubstituível. Fazê-los voltarem a jogar bola como antes, porque hoje o Corinthians dá pena ver jogar. Talvez o técnico deva assistir ao jogo de cima e ver os espaços de sobra que temos e não usamos, ou os espaços que damos aos adversários.

Estava conversando com o meu pai enquanto assistíamos ao jogo (Coritiba e Corinthians). A falta de postura ofensiva do time, que não avança, não ataca, não cria, não muda, é sempre o mesmo. Todos os adversários já sacaram qual é a do Corinthians, parece que só o time não percebeu isso ainda. Vamos criar jogadas novas de bola parada, vamos subir mais com os alas, vamos colocar os atacantes para atacarem, e não defenderem. Sou a favor que ajudem o sistema defensivo, mas acompanhar o atacante adversário até a área de defesa é demais.

Temos de mudar a postura porque hoje o Corinthians depende apenas de si para ser campeão brasileiro pela quinta vez. Até quando vamos depender de nós mesmos? Vamos jogar mais este campeonato fora? O Tite conseguiu a continuidade que pediu. Está com o Corinthians desde o final do ano passado. Esta é a hora de mostrar que continuar um trabalho que ainda não deu frutos vale mesmo a pena.

Fonte: Chute sem Pulo

Enviado por: Juarez Turrini

Veja Mais:

  • Carille comandou o treino do Corinthians deste sábado, no CT Joaquim Grava

    Pablo treina, e Carille define escalação do Corinthians contra o Atlético-GO

    ver detalhes
  • Clayson foi relacionado pela primeira vez no Corinthians

    Com estreia de Clayson e Pablo, Corinthians relaciona 22 contra Atlético-GO

    ver detalhes
  • Roberto (à esq.) está pessimista por negócio com Cicinho

    Roberto de Andrade esclarece especulações, vê Cicinho distante e abre o jogo sobre Nenê

    ver detalhes
  • Nenê foi oferecido nos últimos dias para a diretoria do Corinthians

    Nenê é oferecido ao Corinthians; até troca com dois jogadores alvinegros é sugerida

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes