Ex-flamenguista rejeita ajuda no RJ para título do Corinthians

Ex-flamenguista rejeita ajuda no RJ para título do Corinthians

Por Meu Timão

Corinthians pode comemorar título brasileiro com empate em pelo menos um clássico

Corinthians pode comemorar título brasileiro com empate em pelo menos um clássico

Foto: Edson Lopes Jr. /Terra

O Vasco da Gama, vice-líder do Campeonato Brasileiro, depende de uma combinação de resultados um tanto quanto complicada para terminar a 38ª rodada do torneio com o título. Além de precisar vencer o Flamengo em clássico no Estádio do Engenhão, torce para que o Palmeiras derrote o líder Corinthians no Estádio do Pacaembu. Os paulistas têm 70 pontos, contra 68 dos cruzmaltinos.

No Corinthians, porém, o pensamento é manter o foco no próprio clássico paulista, e não pensar no que pode acontecer entre vascaínos e flamenguistas. Revelado pelo Flamengo no final da década de 90, o lateral direito Alessandro descartou esperar qualquer ajuda do time rubro-negro, e espera que o Corinthians faça sua parte para não ter que depender de ninguém.

'Eu tenho um carinho muito especial pelo Flamengo, porque foi o clube que me projetou para o futebol profissional. Minha base toda foi no Flamengo, sou muito grato. Mas não vou me prender ao Flamengo. O objetivo que o Flamengo tem, eles não precisam da torcida de ninguém', disse o camisa 2 em entrevista coletiva nesta quarta-feira, no CT do Parque Ecológico.

O objetivo do Flamengo em questão é garantir a vaga na Copa Libertadores da América de 2012. O time é o atual quarto colocado do Campeonato Brasileiro com 60 pontos, à frente de Coritiba, Internacional e Figueirense - todos com 57 pontos. Um empate tira o título dos vascaínos e classifica os flamenguistas para o torneio.

O goleiro Felipe, ex-Corinthians e atualmente no Flamengo, já afirmou que seu atual time 'não deixará' o Vasco ser campeão. Para Alessandro, ex-companheiro do camisa 1 no Parque São Jorge, os flamenguistas precisam manter o foco no próprio clássico.

'Felipe hoje está no Flamengo. Se ele tiver que comemorar algo, é a vaga na Libertadores, que tem muitos times que estão na briga', disse o lateral, que negou 'secar' o Vasco na Copa Sul-Americana e relembrou o ressurgimento cruzmaltino após o fraco início de campanha na Taça Guanabara - a equipe evitou a última posição em seu grupo graças a uma combinação de resultados na última rodada.

'Acho que, para nós, não pode ficar olhando para o Vasco, se é bom participar de competição paralela ou não. Dependemos de nossa força, nosso trabalho. A gente respeita o Vasco, que começou o ano de maneira muito difícil, como fez no Campeonato Carioca', discursou.

Fonte: Terra

Veja Mais:

  • Corinthians tem missão complicada por vaga na Libertadores

    Resultado da Copa do Brasil complica ainda mais situação do Corinthians rumo à Libertadores

    ver detalhes
  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes
  • Com Luan 'impossível', Timão deve voltar ao mercado para analisar outras opções à defesa

    Sem campeão olímpico, Corinthians monitora novas opções para zaga

    ver detalhes
  • Moisés, de 21 anos, foi um dos destaques do Bahia em 2016

    Destaque do Bahia, lateral faz parte dos planos do Corinthians para 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes