Boca X Corinthians: O nascimento de uma grande rivalidade?

Boca X Corinthians: O nascimento de uma grande rivalidade?

No imaginário de um torcedor corintiano, uma final de Libertadores, contra o Boca Juniors, no estádio de La Bombonera, seria uma partida arquetípica a validar a consagração do Corinthians, em caso de vitória. Quiseram os deuses do futebol que a imaginação da Fiel se materializasse na forma deste confronto que ocorre nesta quarta-feira, clássico entre dois clubes gigantes da Argentina, e do Brasil, países rivais até as raízes dos cabelos no futebol e que pode ser a gênese de uma grande rivalidade, e não poderia ser diferente; com o devido respeito aos River Plates, La Us, Once Caldas, e Olimpias da vida, nada poderia se comparar a um confronto entre Corinthians e Boca Juniors.

Ambos são irmão nas origens humildes, na garra, no fanatismo, e na paixão; e os xeneizes, que alcançaram um vice-campeonato em 1963, e, após ver o Independiente conquistar a Libertadores por seis vezes, só veio a conquistá-la em 1977, ano marcante também para o Corinthians, e depois ainda foi campeão em 78/2000/0

Veja Mais:

  • Mantuan (à esq.) e Carlinhos serão utilizados pelo Corinthians no Paulistão-2018

    Respaldado por novo regulamento do Paulista, Timão barra saída de jovens; Marciel perto do Paraná

    ver detalhes
  • Ídolo e multicampeão corinthiano, Cássio terá vínculo prolongado até o término de 2021

    Corinthians aguarda CBF para oficializar renovação com três jogadores

    ver detalhes
  • Mendoza não conseguiu deslanchar no Corinthians; contrato vai até o fim do ano que vem

    Mendoza é vetado de novo, deve ser emprestado em 2018 e não joga mais pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Balbuena deve ganhar contrato novo do Corinthians

    Corinthians envia oferta a Balbuena e deve selar renovação nesta quarta no Paraguai

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes