Sucesso da Libertadores aproxima Corinthians de patrocínio fixo recorde na camisa

Sucesso da Libertadores aproxima Corinthians de patrocínio fixo recorde na camisa

Por Meu Timão

31 mil visualizações 87 comentários Comunicar erro

Iveco quer continuar patrocinando o Corinthians

Iveco quer continuar patrocinando o Corinthians

O final de sucesso do Corinthians na Libertadores pode garantir ao clube um acordo recorde de patrocínio para o restante desta temporada e também para o torneio sul-americano de 2013. A Iveco, montadora de caminhões que estampou sua marca no peito e nas costas do uniforme nas partidas contra Santos e Boca Juniors quer continuar a parceria com o clube, mas desta vez com um acordo mais longo.

O pedido corintiano é de R$ 35 milhões por ano, sem contar com os valores do aluguel das outras partes da camisa. A barra do uniforme já está vendida para a Fisk por R$ 10 milhões e a Tim paga R$ 2 milhões pelos números. O montante desejado pela diretoria de marketing, somando o arrecadado com axilas e omoplatas, é R$ 56 milhões, o que deixaria o clube atrás apenas do Barcelona em valores arrecadados com patrocínio.

“Estamos em negociações que devem se concretizar em breve. Não existe pressa, existe a preocupação de fazer o melhor negocio para o clube e o novo parceiro. Não há prazo”, disse o gerente de marketing corintiano, Caio Campos.

EXPOSIÇÃO

A favor do Corinthians está a exposição que o clube terá até o final do ano por conta da participação no Mundial de Clubes. O s diretores sabem disso e tentam fechar um acordo mais alto do que os R$ 30 milhões previstos no início do ano. As finais da Libertadores tiveram recorde de audiência em TV aberta no ano. No Mundial não seria diferente.

O Corinthians fechou com a Iveco um acordo de R$ 800 mil por jogo (R$ 3,2 milhões por semifinal e final). A empresa não se arrependeu e negocia a extensão da parceria. A empresa aumentou suas vendas no Brasil seis vezes nos últimos cinco anos e antes do Corinthians já sido patrocinadora oficial do campeonato argentino.

Os acordos pontuais foram muito válidos para o Corinthians a partir do jogo de volta das quartas de final contra o Vasco. O clube conseguiu nestas cinco partidas arrecadar 1/3 do valor esperado para a temporada. “Os patrocínios pontuais são sempre bem vindos quando não atrapalham a negociação de um patrocinador permanente. Estas oportunidades são vendidas em valores mais altos do que o patrocínio a longo prazo”, comenta Campos.

Fonte: GAZ

Veja Mais:

  • 'Nem Pedrinho salva...': Timão não foi páreo para o Grêmio na noite deste sábado

    Pobre tecnicamente, Corinthians é derrotado pelo Grêmio no fim do primeiro turno

    ver detalhes
  • Walter 'voa' para afastar perigo de gol do Grêmio; nem arqueiro evitou revés em casa

    Walter evita o pior, e Loss é eleito 'vilão': as avaliações do revés corinthiano

    ver detalhes
  • Duílio Monteiro Alves, diretor de futebol do Corinthians, falou sobre a ausência de Fagner

    Na esteira de rivais, Corinthians também reclama da convocação de Fagner: 'Não ficamos satisfeitos'

    ver detalhes
  • Corinthians tem campanha irregular no Brasileiro nas mãos de Loss

    Fiel dispara contra Loss na web após derrota do Corinthians; veja melhores comentários

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes