Bira

31 anos

Bira Deodato

Torcedor do site número: 638, cadastrado desde 20/03/2012

Aqui é Corinthians

male

Estatísticas no Meu Timão

Última atividade no site em 19/02/2018 às 14h48

Ranking do Fórum

275º lugar

Ver Ranking

Ranking de comentários

176º lugar

Ver Ranking

2.897 Comentários

95% de aprovação

4.132 Posts

79% de aprovação

68 Tópicos

46.634 Visualizações

2.454 Views por tópico

Atividades do Bira no Meu Timão

Última interação no site em 11/02/2018 às 03h25

  • Bira

    Bira postou em Bate-Papo da Torcida, no tópico "Matheus excelente contratação"

    há 1 semana

    Cara não citei nada de ser artilheiro, falei do jeito de tocar na bola e chutar a gol. Analisar qualidade de um jogador vai muito além de só olhar número de gols, técnica de chute e passe, visão de jogo, tem muita coisa além.

    O Gustavo é mais um jogador que só joga dentro da área, esse menino se pegar jogos dele, tem um estilo parecido ao Richarlison do América MG/Fluminense que tá no Watford na inglaterra, que pra mim logo vai prum grande da inglaterra. Ele tem técnica pra finalizar, fazer pivô, passa bem, a única falha dele é o físico mesmo que precisa de alguns quilos de massa.

    Eu achei muito boa a aposta, se ele fosse ruim o Porto não sondaria ele aos 19 anos de idade. O Corinthians foi muito bem nessa, fugiu da supervalorização de jogadores meia boca que são criados pela mídia, olha que é a grande maioria.

    Caso for analisar por gols, que eu sou contra, pega a média de gols do Borja, Pratto, Gabigol na Europa e até em vários times que não emplacaram na América do sul, tem médias baixas, Guerrero tem média de gols baixa apesar de ter sido decisivo aqui. Tem que tomar cuidado ao analisar os caras somente por gols vistos, chances de fato feitas é outra história.

    detalhes do post
  • Bira

    Bira postou em Bate-Papo da Torcida, no tópico "Matheus excelente contratação"

    há 1 semana

    Menino tem 19 anos e se você vê o jeito que ele toca na bola, dá pra ver que tem potencial pra ser bem acima da média. Problema dele é físico de menino, se ele ganhar peso vai jogar bem e ser vendido por uma boa grana.

    detalhes do post
  • Bira

    Bira comentou na notícia: "Comentário de Rafael no Meu Timão"

    há 2 semanas

    Não se trata de falta de ajuste, teste em campo, ele é um bom armador, mas não tem manutenção de posse de bola como Rodriguinho e Jadson, tem momentos do jogo que a bola tem que ser girada e os internos do meio virarem desafogos de passe. Como Camacho e Vital fazem bem também, além dos titulares. O Giovanni precisa de espaço e sem marcação dura em cima pra armar, pra esse perfil o meia vindo da ponta rende melhor, por isso o Carille testou e depois voltou atrás. O Corinthians estava sendo pressionado quando o Giovanni entrava de central, fora o buraco entre as linhas de 4. Num esquema 4141 é impossível o meia não fazer as duas funções, precisa compactar senão o Gabriel não dá conta.

    detalhes do comentário
  • Bira

    Bira comentou na notícia: "Comentário de Rafael no Meu Timão"

    há 2 semanas

    Rafael o futebol não é tão subjetivo, maior parte é objetivo e direto. No Brasil tem jogador profissional que faz o que o treinador manda além do básico que é saber jogar bola, tem jogador que acha que só habilidade leva e jogador ruim.

    A linha se mistura facilmente pela falta de estrutura e identidade dos times aqui no Brasil, muito treinador só joga os caras no campo e manda um se vira. O Corinthians hoje é muito estruturado e tem identidade clara, o treinador tem paciência e competência pra treinar tática, ouvir os jogadores pra saber como gostam de jogar e alinhar isso com o esquema tatico dentro de campo.

    Jadson não jogava no sp por incompetência e falta de identidade lá, depois de ganhar uma sulamericana lá contrataram o ganso e deixaram ele de lado, desmotivou e criou problemas internos por falta de gerência de pessoas boa.

    O Giovani Augusto foi testado nas pontas e de central, ele deixava buraco nos dois, ele simplesmente não acha que tenha que fazer função tática.

    detalhes do comentário
  • Bira

    Bira comentou na notícia: "Comentário de Rafael no Meu Timão"

    há 2 semanas

    Tem dois aspectos, em relação a valor de venda eu concordo com quem fala aqui que tem muitos que saem barato. Agora nessas questões de venda interna e de empréstimo, o Corinthians só recorre a emprestar jogador quando realmente o cara não rende ou não dá o sangue, dão chances aos montes. O mercado vê que o Corinthians insistiu até o fim e quando um é liberado fica claro que o cara tem algum problema grande.

    Endurecer a saída pra outro clube daqui, eu só vejo se o cara for útil e jogador útil no geral o Corinthians não libera pra outros times. O Pedrinho foi sondado pelo Vitória e o Corinthians não liberou, o Carlinhos que soube também e o Corinthians prefere trabalhar ele internamente. Claro que são casos e casos, tem moleque que precisa sair pra ganhar rodagem, mas no geral se o jogador é útil para o elenco, não é liberado.

    detalhes do comentário
  • Bira

    Bira comentou na notícia: "Comentário de Rafael no Meu Timão"

    há 2 semanas

    Rafael o Giovanni não vai pra repor o Nenê, vai como uma aposta. Você exigir porcentagem de jogador destaque em troca de uma aposta emprestada? Se a aposta se destaca, volta pra cá ou vai vendido pra fora. Jean volante se destacou lá e o Corinthians devolveu ou deu algo em troca para o Vasco? Não tem como endurecer se você claramente quer se livrar do jogador como o Corinthians. Endurecer daria com o Marquinhos Gabriel que é muito útil pra gente e o Santos querendo por ter sido destaque lá. Situação bem diferente.

    detalhes do comentário
  • Bira

    Bira postou em Humor, no tópico "Excelente negócio"

    há 2 semanas

    Esqueceu Matheus Vital, Camacho que hoje são meias por dentro, Marquinhos e na teoria o Dutra pras pontas. O time está repleto de opções na meia.

    detalhes do post
  • Bira

    Bira comentou na notícia: "Comentário de Thales no Meu Timão"

    há 2 semanas

    Thales jogador desvalorizado não tem dessa, inter se livrou do valdivia da mesma forma, o leandro damião até o inter comprar foi repassado umas trocentas vezes. O Corinthians faz isso pra ver se consegue vender depois usando como vitrine, pra minimizar prejuízos. Não tem como exigir parte de um jogador destaque deles em troca de um jogador que pode virar em nada é um tiro no escuro.

    detalhes do comentário
  • Bira

    Bira comentou na notícia: "Giovanni Augusto acerta transferência para time carioca e é aguardado para exames"

    há 2 semanas

    Nenhum clube é louco de trocar o que de melhor tem por um jogador encostado, o poder de barganha é maior pra quem vai receber o jogador e tentar resgatar o futebol dele. O Valdivia pingando do inter para o Atlético e agora para o sp é um exemplo disso.

    Eles se livraram dos jogadores mais caros, a molecada levou eles pra Libertadores, limparam bem a folha salarial, inclusive desfazendo a dobradinha vital/paulinho, os caras não vão se desfazer do último bom jogador que sobrou. Mesma coisa vir alguém aqui e oferecer o Tavares lateral do sp encostado, em troca do Balbuena. Corinthians tem dificuldades financeiras, mas não seria louco de fazer isso. Paulinho daqui pouco tempo vai render de 30 mi ou mais para o vasco.

    detalhes do comentário
  • Bira

    Bira postou em Mercado da bola, no tópico "Olha que oportunidade! Giovanni Augusto"

    há 2 semanas

    Não existe isso de refazer contrato, uma vez assinado o clube é obrigado a cumprir até o fim o que tá escrito. Por isso tanta gente critica a diretoria por emprestar e pagar parte do salário, se tivesse alternativas como essa, fariam, não tem. Depois de assinado, se o cara fizer corpo mole, cair de produção como no caso do Cristian, do Elias, Pato e outros, tem que pagar.

    As alternativas são vender, emprestar, ou aguentar o jogador de lado até o fim do contrato. Vender é difícil, pois jogador que não produz, raramente vem clubes com cacife pra comprar, só aparece time querendo emprestado. Até os que teriam cacife pra comprar ficam desconfiados e pedem emprestado.

    Caso empreste, a maior parte dos times que querem não conseguem pagar o salário por inteiro, pra minimizar o prejuízo, o Corinthians paga parte do salário. Não é qualquer time que vai pagar 300 a 400 mil pra um jogador só, nem todos tem os meios.

    Deixar o jogador de lado insatisfeito, ou treinando em separado, deprecia o bem do clube e o pior, pode minar o resto do elenco. Se o cara for um dos líderes do elenco e não for administrado bem a situação, gera quebra elenco.

    Os times da Europa não tem esse problema, pois tem dinheiro sobrando pra arriscar e errar. Caso não dê certo tem facilmente times medios e pequenos ou de ligas menores que conseguem pagar os salários pra emprestar, sem contar os times da América do sul que vivem repatriando mesmo sem ter condição.

    Aqui não tem essa chance de errar, se o time paga salário alto pra um monte de jogador, a conta chega logo. Ainda pior como no caso do Atlético, um time cheio de salários altos, não rendem e precisam se livrar deles e contratar outros jogadores, mas os contratos são longos. Gestão de clube aqui é muito mais delicada do que fora.

    detalhes do post
`