Ex-corinthiano André Santos é preso por dirigir em alta velocidade em Londres

Ex-corinthiano André Santos é preso por dirigir em alta velocidade em Londres

Inglês: André Santos é preso por dirigir em alta velocidade em Londres

Inglês: André Santos é preso por dirigir em alta velocidade em Londres

O lateral-esquerdo André Santos foi detido na última sexta-feira por dirigir perigosamente pelas ruas de Londres. O caso foi confirmado somente nesta quarta pela polícia local, que apontou que o jogador do Arsenal estava em alta velocidade perto do centro de treinamento do clube.

André Santos pilotava sua Maserati muito acima do limite de velocidade de 113 km/h permitido na rua em que estava. De acordo com o tabloide The Sun, o carro do brasileiro estava a cerca de 209 km/h.

Apesar da velocidade, o jogador não apresentava sinais de embriaguez e, por isso,o teste do bafômetro não foi realizado. Para ser liberado, o brasileiro pagou uma fiança, de valor não revelado.

Esta não é a primeira vez que André Santos vê seu nome envolvido em uma polêmica extra-campo. Em 2009, quando ainda atuava pelo Fenerbahçe, o jogador foi acusado de participar de uma orgia em um quarto de hotel em Istambul. Apesar do caso, ele permaneceu na equipe turca até 2011, quando foi negociado para o Arsenal.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Clayson está na mira do Corinthians, que cogita emprestar terceiro jogador ao clube de Campinas

    Corinthians estuda emprestar jogador à Ponte Preta por contratação de Clayson

    ver detalhes
  • Timão foi eliminado pelo Náutico, que agora é excluído por escalação irregular

    Por escalação irregular contra Corinthians, Náutico é excluído da Copa do Brasil Sub-20

    ver detalhes
  • Timão empatou com rival São Paulo e carimbou passaporte à finalíssima

    Classificação do Corinthians à final do Paulistão rende recorde de audiência à Globo

    ver detalhes
  • Fiel promete lotar Arena para empurrar Corinthians rumo ao título paulista

    Corinthians inicia venda de ingressos para final e dá orientação a inadimplentes

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes