Palmeiras deve perder mandos de campo depois de destruir cadeiras do Pacaembu contra o Corinthians

5.4 mil visualizações 27 comentários

Por Meu Timão

Cadeiras destruidas no Pacaembu

Cadeiras destruidas no Pacaembu

O Palmeiras deve sofrer uma pena pesada por conta do comportamento da sua torcida no clássico contra o Corinthians neste domingo no Pacaembu. Durante a partida vencida pelo time do Parque São Jorge , torcedores depredaram cadeiras do setor laranja do estádio e atiraram algumas partes no gramado. Também foram arremessados chinelos e copos d’água.

Os objetos foram retirados pelo trio de arbitragem e o árbitro Marcelo Aparecido de Souza deve relatar em súmula os incidentes. “É uma vergonha o que fizeram aqui hoje. Nunca vi isso”, disse um dos faxineiros do Pacaembu que limpavam a área em que as cadeiras foram retiradas do estádio. A reportagem do iG contou ao menos 100 cadeiras danificadas pela torcida. O Palmeiras foi o mandante do clássico.

Em outro duelo regional de muita rivalidade, Cruzeiro e Atlético-MG também protagonizaram cenas parecidas às vistas no Pacaembu neste domingo. Na partida válida pela rodada final do primeiro turno do Brasileirão, com mando do Cruzeiro, houve várias interrupções por conta do comportamento da torcida cruzeirense, que atirou copos, garrafas e até um telefone celular no gramado do estádio Independência, em Belo Horizonte.

Cadeira quebrada no Pacaembu

Com os relatos do árbitro da partida, o STJD puniu o Cruzeiro com a perda do mando de campo em seis partidas. Assim, o clube mineiro terá de jogar a pelo menos 100km de Belo Horizonte. O primeiro destes jogos aconteceu neste domingo em Varginha, contra o Vasco.

Tomando por base a punição dada ao Cruzeiro, o Palmeiras deve se preparar para pegar um gancho parecido, o que pode significar que o time do Parque Antártica não jogue mais em São Paulo (e nem em Barueri, onde costuma mandar jogos). Das 13 partidas que restam ao Palmeiras no Brasileirão, seis são como mandante. Ponte Preta, dia 29, Coritiba (11/10), Cruzeiro (20/10), Botafogo (4/11), Fluminense (11/11) e Atlético-GO (25/11).

Chinelo jogado no gramado

Alessio Gamberini, administrador do Pacaembu, foi procurado pela reportagem para comentar o tamanho do prejuízo, mas não atendeu às ligações. O próximo jogo marcado para o estádio é entre Palmeiras e Ponte Preta, dia 29, dentro de 12 dias. Até lá o STJD já deverá ter se pronunciado a respeito sobre os acontecimentos do último domingo.

Veja Mais:

  • Andrés Sanchez teve mais uma notícia ruim na noite desta segunda-feira

    Conselho de Orientação do Corinthians também sugere reprovação de contas de 2019

    ver detalhes
  • Corinthians pode devolver Yony González e economizar quase R$ 20 milhões

    [Marco Bello] Corinthians pode devolver Yony González e economizar quase R$ 20 milhões

    ver detalhes
  • Cantillo foi um dos destaques do Corinthians no início da temporada

    Cantillo apresenta sintomas de Covid-19 e pode desfalcar Corinthians em Dérbi

    ver detalhes
  • As três opções de escalação para posição problemática no Corinthians de Tiago Nunes

    VÍDEO: As três opções de escalação para posição problemática no Corinthians de Tiago Nunes

    ver detalhes
  • Atacante Jô pode reestrear pelo Corinthians na retomada do Campeonato Paulista

    CBF define janelas internacionais, e Jô pode reestrear pelo Corinthians contra o Palmeiras

    ver detalhes
  • Equipe Sub-23 do Corinthians ganhará atenção especial de Tiago Nunes em 2020

    Corinthians volta a renovar contrato de dupla do Sub-23 em meio à paralisação da base

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: