Estádios preparam suas redes para atender à demanda por acesso móvel

Estádios preparam suas redes para atender à demanda por acesso móvel

Pesquisa recente da Cisco revela que o Wi-Fi é o meio preferencial para a conexão móvel à internet, mesmo em smartphones. Embora a residência seja o lugar em que os dispositivos móveis são mais conectados à web, o consumidor deseja ter acesso sem fio em todos os locais onde vai. Pensando nisso, estádios de futebol estão preparando suas infraestruturas de rede para atender à demanda por acesso móvel.

O Centro de Treinamento Dr. Joaquim Grava, do Sport Club Corinthians Paulista, está na lista. A tecnologia escolhida foi a da Cisco, implementada com o auxílio da integradora Sonda IT. Para a solução de conectividade, o Corinthians adotou uma rede local de alta velocidade por meio de ligações com o uso de fibra óptica em diversas áreas do centro, garantindo qualidade nas comunicações de dados, voz e vídeo.

O clube passou a contar com solução de rede sem fio para a cobertura de toda a área do hotel, onde ficam hospedados os jogadores e equipe técnica, churrasqueira, área administrativa, centro de imprensa e estúdio de TV. A solução dispõe de um controle gerencial de toda a estrutura wireless, proporcionando conectividade em dispositivos móveis.

A iniciativa também servirá, de acordo com o clube, de referência para a Arena Corinthians, estádio-sede da Copa de 2014, que segue as exigências da FIFA.

“Buscamos o que há de mais moderno em tecnologia com o objetivo de termos as melhores práticas em comunicação, o que inclui conectividade, mobilidade, segurança e vídeo”, afirma Alessandro Gonçalves, gerente de Tecnologia da Informação do Sport Club Corinthians Paulista.

O Gillette Stadium, estádio dos times de futebol americano New England Patriots (NFL) e de futebol New England Revolution (MLS), localizado em Foxborough, Massachusetts (EUA), também adaptou sua rede para permitir mobilidade aos torcedores.

Reconhecendo que os fãs do esporte precisam ter uma grande experiência durante os jogos, o New England Patriots quis atraí-los e instalou no local uma Wi-Fi, da Enterasys.

Tradicionalmente, as questões de densidade associadas ao Wi-Fi impedem uma experiência de mobilidade ideal em estádios. Os torcedores de hoje esperam se conectar onde quer que estejam, o que significa permitir a capacidade de acessar sites de redes sociais, fazer upload de vídeos e envolver-se nos jogos por meio de seus smartphones.

Segundo o Gillette Stadium, agora, a o espaço está preparado para suportar milhares de torcedores ávidos por largura de banda. “Estamos animados para oferecer uma experiência de jogo que eles nunca vão esquecer”, afirma.

Fonte: ComputerWord

Veja Mais:

  • Treino com torcida na Arena Corinthians não é novidade

    Organizadas pedem e último treino antes do Dérbi terá presença da torcida na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes