Com neve e corintianos no estádio, Al Ahly vence e está na semifinal do Mundial

Com neve e corintianos no estádio, Al Ahly vence e está na semifinal do Mundial

Nas cadeiras do Toyota Stadium, Tite e os jogadores do Corinthians viram o Al Ahly vencer o Sanfrecce Hiroshima, por 2 a 1, e se classificar para a semifinal do Mundial de Clubes. Em um jogo movimentado, em que foram pressionados pelos japoneses, os egípcios conseguiram se impor no segundo tempo e foram beneficiados pela falta de pontaria dos rivais, que erraram gols feitos durante o jogo.

A partida começou movimentada, com os dois times tentando atacar. Sanfrecce Hiroshima e Al Ahly jogavam no 442. Os japoneses, porém, avançavam mais pelas laterais e, por isso, chegavam com mais perigo na frente. Mesmo assim, quem marcou primeiro foram os egípcios.

Aos 13 minutos de jogo, o Al Ahly abriu o placar com Hamdi. Em grande jogada de Naguib pela direita, ele vai ao fundo, levanta a cabeça e toca rasteiro para o meio da área. Com o gol aberto, Hamdi chutou rasteiro e fez o primeiro gol da partida.

Com a vantagem, os egípcios recuaram e observavam os japoneses dominarem a partida. Em pelo menos duas oportunidades, o Sanfrecce Hiroshima quase empata a partida, mas são barrados pelo goleiro Ekramy, do Al Ahly. Aos 31 minutos, porém, os japoneses conseguem chegar ao empate. Após cobrança de escanteio da esquerda, a zaga do Al Ahly não conseguiu afastar, Mikic ajeitou de cabeça e Hisato bateu cruzado, marcando o gol.

Depois do empate, os japoneses ampliam o domínio no jogo. Com jogadas de velocidade pelas laterais e aproveitando a fragilidade da defesa rival, eles chegam à área e quase desempatam a partida. Em quinze minutos, eles tiveram três chances de ficar à frente no placar.

No segundo tempo, o jogo ficou mais parelho. Os egípcios conseguiram acertar a marcação e conseguiram barrar com um pouco mais de competência as tentativas do Sanfrecce Hiroshima.

Mais experientes, os jogadores do Al Ahly diminuíram o ritmo da partida, recuperaram a posse de bola e voltaram a atacar e aos 11 minutos do segundo tempo desempataram o jogo. Aboutrika recebeu a bola dentro da área, ganhou na força do zagueiro e tocou rasteiro, cruzado, na saída do goleiro Masuda para marcar o gol da vitória.

À frente no placar, os egípcios seguraram a partida. Melhores no primeiro tempo, os japoneses já não conseguiam manter o mesmo ritmo na etapa final. Mesmo assim, faltando 10 minutos para o final do jogo, Sanfrecce Hiroshima quase empatou o jogo. Lançado pelo meio da defesa, Hisato saiu livre, na cara do goleiro Ekramy. O atacante chutou rasteiro para fora do gol. Num jogo onde foram melhores durante grande parte do tempo, os japoneses provaram que para vencer é preciso antes de tudo boa pontaria.

Fonte: Uol

Veja Mais:

  • Equipe superou o erro da arbitragem e venceu clássico com um a menos

    Épico! Histórico! Na raça! Corinthians supera lambança da arbitragem e vence o Dérbi na Arena

    ver detalhes
  • Thiago Duarte Peixoto deixa a Arena Corinthians de terno e gravata

    Com lágrima no olho, árbitro assume erro com Gabriel: 'Só peço que minha carreira não acabe'

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade detona árbitro do Dérbi: 'Tá de brincadeira, p****'

    Roberto de Andrade detona árbitro do Dérbi: 'Tá de brincadeira, p****'

    ver detalhes
  • Gabriel provocou palmeirenses depois de vencer Dérbi

    Expulso, Gabriel provoca ex-clube em vídeo ao vivo: 'Cadê?'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes