Fifa celebra 'guinada' corintiana: do inferno ao topo do mundo

Fifa celebra 'guinada' corintiana: do inferno ao topo do mundo

1.2 mil visualizações 7 comentários Comunicar erro

O site oficial da Fifa deu destaque nesta segunda-feira ao que chamou de "arrancada impressionante" do Corinthians. Em apenas quatro anos, o time paulista saiu da Série B para conquistar o Mundial de Clubes - passando por títulos da Copa do Brasil, do Campeonato Brasileiro e da Copa Libertadores. O texto falou que a equipe alvinegra foi "do inferno da segunda divisão ao topo do mundo".

A publicação lembra ainda que o feito é heroico por desbancar uma supremacia de cinco conquistas seguidas de times europeus no Mundial - o último campeão sul-americano havia sido o Internacional, que bateu o Barcelona em 2006. Para a Fifa, o triunfo corintiano devolve o "título de melhor do mundo" ao futebol da América do Sul.

A entidade máxima do futebol mundial também diz que, agora, o Corinthians se equipara ao Barcelona no número de Mundiais, com duas conquistas cada: 2000 e 2012 para os brasileiros, 2009 e 2011 para os catalães. Outro destaque foi para os torcedores do clube de Parque São Jorge, dizendo que o Japão "testemunhou mais um capítulo das célebres invasões corintianas" e recebeu "milhares de fiéis seguidores".

Fonte: Terra

Veja Mais:

  • Lucca acertou com Internacional por empréstimo

    Lucca, ex-Corinthians, é anunciado pelo Internacional; Fiel aguarda anúncio de Roger

    ver detalhes
  • Contra o Fluminense, Leste Superior ficou longe de estar cheia. Oeste então...

    Corinthians tenta valorizar Fiel Torcedor, aumenta valor dos ingressos e público na Arena diminui

    ver detalhes
  • Inicialmente exposta no Memorial, a estátua de Sócrates está na Arena Corinthians

    Conheça o escultor Laércio Alves, que homenageou Sócrates em estátua exposta na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade, atual e ex-presidentes do Corinthians

    Corinthians registra déficit de R$ 35 milhões em 2017; veja números do balanço financeiro

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes